O Canadá anunciou que aceitará mais de um milhão de imigrantes nos próximos três anos.

A notícia foi revelada pelo ministro da Imigração do Canadá, Ahmed Hussen, em seu Relatório Anual ao Parlamento sobre Imigração de 2018. Os planos do governo canadense é de aceitar 1 milhão e 80 mil novos residentes que estiverem dispostos a permanecer no país de 2019 a 2021.

De acordo com especialistas, a imigração ajuda a fortalecer a economia canadense, já que o imigrante médio é jovem e contribui para enfrentar os desafios do envelhecimento da população.

À revista Exame, a assessora de prospecção e promoção do Ministério de Imigração, Diversidade e Inclusão do Québec, Perla Haro Ruiz informou que os brasileiros são os alvos prioritários do país. “O brasileiro é um imigrante interessante por ter ser bem preparado profissionalmente e ter facilidade para se adaptar a outras culturas”, disse a assessora.

Mas as nossas “vantagens competitivas” não acabam por aí. “Comparado a outras nacionalidades, o brasileiro tem muita facilidade para aprender o francês, porque fala outra língua latina cheia de sons nasais, o português”, explica Perla. Dominar o idioma, aliás, é o primeiro passo para se tornar elegível para a imigração. De acordo com dados oficiais, 89,5% dos brasileiros que vivem na província falam francês.  Outro ponto favorável está no fato de que nossos cursos superiores e técnicos são, via de regra, bastante parecidos com os que existem no Québec, o que facilita a equivalência das profissões cá e lá.

Confira as 10 profissões e as exigências para conseguir um emprego no Canadá:

 Fluência no inglês e/ou no francês

Primeiramente, é importante saber que a proficiência no idioma estrangeiro é um fator decisivo na hora de concorrer a uma vaga no país. No entanto, cada região canadense influencia este fator: dependendo da província, você deverá ser fluente no inglês e/ou no francês, uma vez que o Canadá é um país bilíngue.

O Quebec, por exemplo, província sempre à procura de mão de obra estrangeira, tem uma maioria francófona (79% das sua população) e a maior porcentagem de habitantes bilíngues (42,6%). Se a vaga profissional for em Quebec, é bastante provável que você terá de ter proficiência no francês e também no inglês.

 

Lista de escassez do Canadá

O Canadá, assim como a Austrália e a Nova Zelândia, publica de tempos em tempos uma lista das profissões nacionais que podem ser preenchidas por estrangeiros. Na lista mais recente, o governo canadense anunciava vagas para gerentes em diversas áreas, como financeira, recursos humanos, telecomunicação, engenharia, arquitetura, marketing, saúde, administração pública, relações públicas, artes performáticas, curadoria, construção, transporte, agricultura e horticultura; entre outras funções, como contador, diretor escolar, assistente executivo, etc.

Algumas das áreas com maior escassez de mão de obra no Canadá são as de ciência da computação e tecnologia da informação. Os profissionais estrangeiros deste campo são os mais procurados, entre eles engenheiros da computação, designers, programadores e desenvolvedores web.

 

Banco de empregos

site oficial do governo do Canadá tem uma página específica sobre o assunto (a página Jobs). Nela, é possível pesquisar em um banco de empregos por mais de 97.000 vagas. Na mesma seção, há uma lista com todos os anúncios de emprego.

Além disso, você também pode se inscrever para receber um alerta de vagas aqui, basta preencher o título do emprego que você está à procura, a cidade (com código postal) e o seu email.

 

Processo de cidadania mais ágil

Em 2017, entrou em vigor uma nova legislação que facilita e agiliza o processo de cidadania canadense. Segundo as alterações do governo do Canadá, os imigrantes precisam viver 1.095 dias no país, dentro de cinco anos, para solicitar a cidadania. Os residentes permanentes podem contar 365 anos do status temporário nessa soma e agora imigrantes entre 18 e 54 anos devem comprovar os requisitos de conhecimento e linguagem – anteriormente as idades iam de 14 a 64.

 

Os seus direitos e deveres como trabalhador no Canadá

Os direitos dos trabalhadores são protegidos por lei. É importante que você saiba quais são eles. Os empregadores devem:

  • Pagar pelo seu trabalho;
  • Garantir um ambiente de trabalho seguro;
  • Dar um horário de intervalo e férias;
  • Respeitar os termo contrato escrito.

Por outro lado, é ilegal exigir que você trabalhe doente ou ferido, exigir que você desempenho alguma função ou trabalho que não conste no contrato, deportá-lo do Canadá ou mudar o seu status de imigração, tomar posse do seu passaporte e exigir o reembolso do seu salário.

 

Contrato

Para a sua segurança, ao aceitar um emprego no Canadá, você deve assinar um contrato oficial com o seu empregador. Este é um documento legal contendo os detalhes das condições de trabalho com as quais você e o seu empregador concordem. A partir do momento que o contrato é assinado, ambas as partes devem respeitar as condições do acordo.

No contrato, deve constar os detalhes das suas funções no trabalho, qual será a sua remuneração, o que será deduzido do seu salário (por exemplo, imposto, plano de pensão e seguro emprego), e as condições do emprego (o número máximo de horas que você trabalhará por dia, o seu horário de almoço ou intervalo, e dias de folga).

Low-wage e high-wage temporary foreign workers

O programa Temporary Foreign Worker (TFW) permite que os empregadores canadenses contratem mão de obra estrangeira para preencher vagas temporárias quando não houver canadenses qualificados disponíveis para assumi-las.

Há duas formas de ser contratado no Canadá como trabalhador estrangeiro temporário por este programa:

  • Low-wage temporary foreign worker: Você é considerado um trabalhador estrangeiro temporário de baixa remuneração se o seu salário for menor do que o salário médio por hora da província ou território canadense.
  • High-wage temporary foreign worker: Você é considerado um trabalhador estrangeiro temporário de baixa remuneração se o seu salário for igual ou maior do que o salário médio por hora da província ou território canadense.

Conheça o salário médio por hora de cada província e território do Canadá aqui.

Skilled foreign worker

Pelo programa Federal Skilled Worker Program (FSWP), o governo do Canadá permite que os empregadores contratem profissionais internacionais para suprir suas demandas por mão de obra quando não houver canadenses ou residentes permanentes disponíveis. Como parte deste processo, o governo dá suporte a trabalhadores estrangeiros qualificados com base no seu potencial de se tornar economicamente estabelecidos no Canadá.

Para participar do FSWP, o emprego deve ter as seguintes características:

  • Uma posição para profissionais altamente qualificados, como: ocupações de gerência, profissionais, científicas, técnicas e comerciais;
  • A vaga deve ser integral de no mínimo 30 horas de trabalho por semana;
  • O contrato deve durar pelo menos um ano;
  • Não pode ser uma caga sazonal.

Saiba mais aqui.

As 10 profissões com mais vagas disponíveis no Canadá

A seguir, você encontra uma lista das profissões com mais oportunidades no Canadá segundo a empresa de recursos humanos Randstad e os seus respectivos salários.

  1. Trabalhador geral

 

Esta classificação engloba um número enorme de funções nos setores de produção e logística, desde rechear massas em uma linha de montagem de uma fábrica de alimentos até mover cargas pesadas em um armazém. As qualificações necessárias para a contratação dependem da função e do empregador, mas para estas posições a experiência profissional costuma ser mais relevante do que a educacional.

O salário médio vai de C$15,90 a C$18,39 por hora.

  1. Representante de vendas

A maioria dos negócios lida com a venda de algum produto ou serviço, e com a economia indo bem, eles precisam de pessoas para ajuda-los a fazer estas transações acontecerem. Estas vagas costumam ser efetivas e o salário médio vai de C$52.000 a C$62.000 por ano.

  1. Contador

Todo negócio também precisa de uma pessoa para lidar com impostos corporativos e gerenciar as finanças da empresa. A disputa por contadores qualificados no Canadá reflete o ânimo renovado do setor financeiro nacional.

O salário médio de um contador em posições de nível médio no Canadá vai de C$63.000 a C$75.000 por ano.

  1. Gestor de projetos de engenharia

Os profissionais desta área precisam tanto saber construir coisas quanto gerenciar pessoas. Com o investimento do governo em projetos de infraestrutura e o setor de moradia ainda em crescimento em diferentes mercados, a demanda por gerentes de projetos de engenharia está alta. O salário médio vai de C$ 74.000 a C$ 92.000 por ano.

  1. Analista de negócios

Esta é uma profissão que ainda causa confusão nas pessoas. O que um analista de negócios faz? Estes profissionais, especialmente os com experiência em tecnologia, são essenciais na maioria das empresas porque são eles que garantem que todo os colaboradores entendam como usar de verdade – e, idealmente, aproveitar ao máximo – novos softwares adotados pela empresa.

O analista de negócios se faz ainda mais importante no mundo atual em constante evolução dentre do meio corporativo, principalmente se você tiver uma formação em TI. O salário médio vai de C$73.000 a C$87.000 por ano.

  1. Representante de serviço ao cliente

A maioria das empresas têm clientes, sejam eles pessoas ou corporações. E os negócios precisam de alguém que garanta a satisfação desta clientela com os serviços e produtos oferecidos pela empresa. Profissionais com experiência na área e desenvoltura em software de Gestão de Relacionamento com o Cliente estão em vantagem.

O salário médio vai de C$37.000 a C$43.000 por ano.

  1. Gestor de projetos de TI

Este é um trabalho para geeks que também têm habilidades sociais. O gestor lidera equipes de desenvolvedores, analistas e outros profissionais de tecnologia em projetos complexos de TI. O salário médio vai de C$92.000 a C$114.000 por ano.

  1. Gerente de contas

O gerente de contas é uma espécie de representante de vendas sênior, com necessidade de formação acadêmica e experiência com vendas para subir ao papel de gerência. O salário médio vai de C$75.000 a C$92.000 por ano.

  1. Engenheiro de software

Os softwares estão por toda parte hoje em dia, não só no seu desktop e smartphone. Eles estão no seu carro, nos aparelhos eletrodomésticos e vários outros novos lugares. Portanto, não é nenhuma surpresa que os profissionais que desenvolvem software estejam em alta demanda em, virtualmente todas as indústrias, desde empresas de tecnologia a bancos e setor público.

O salário médio de um engenheiro de software vai de C$83.000 a C$99.000 por ano.

  1. Operador de empilhadeira

Graças ao avanço do e-commerce, os canadenses estão cada vez mais fazendo as suas compras online, consequentemente aumentando o número de empresas de armazenamento de mercadorias em estoques gigantescos. Com isso, criou-se novas vagas para pessoas capazes de operar empilhadeiras.

O salário médio vai de C$16,59 a C$19,42 por hora.

Imprimir

Fonte:

Com portais de notícias