G1

O Supremo Tribunal Federal terá uma nova presidente a partir de setembro. A ministra Cármen Lúcia foi eleita nesta quarta-feira (10) e será a segunda mulher a presidir a mais alta corte do país. Antes dela, Ellen Gracie ficou no cargo entre os anos de 2006 e 2008.

Cármen Lúcia foi eleita pelo plenário e assume em setembro, para um mandato de dois anos. Ela também assume a presidência do Conselho Nacional de Justiça. O vice-presidente será o ministro Dias Toffoli. Já o ministro Ricardo Lewandowski, atual presidente, passará a integrar a segunda turma do Supremo – a que analisa as ações relacionadas à operação Lava Jato. Ao passar a palavra à futura presidente, Lewandowski quis saber como ela prefere ser tratada.

Lewandowski: – Então, eu concedo a palavra à eminente ministra Carmen Lúcia, nossa presidenta eleita… ou presidente?

Cármen Lúcia: – Eu fui estudante e eu sou amante da língua portuguesa. Acho que o cargo é de presidente, né não?

Neste momento, alguém relembra as palavras da senadora Vanessa Grazziotin e diz: “Uma presidenta inocenta”.

Cármen Lúcia: – Bom, presidente, sobre o caso…

Lewandowski: – É bom esclarecer desde logo, não é?

print

Comentários