Uma carreta carregada de drogas e armas foi interceptada pela Polícia Militar Rodoviária (PMRv) na manhã desta segunda-feira (23), na zona rural de Divinópolis, às margens da MG-050. O material estava em meio a uma carga de farinha de trigo. Três pessoas foram presas.

Segundo o comandante do 23º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Marcelo Augusto, no início da manhã os militares receberam denúncias de que uma carreta carregada de drogas estaria em um sítio na comunidade de Cacoco do Meio.

Os militares foram para o local e flagraram o motorista da carreta, de 39 anos, manobrando o veículo. Um homem de 38 anos, apontado como o dono das drogas e das armas tentou fugir, mas foi impedido e detito pelos militares. A esposa dele, de 31 anos, também foi presa. Um quarto suspeito de participação no crime conseguiu fugir.

“O motorista confessou que teria drogas na carreta, que saiu de Foz do Iguaçu, e que receberia R$5 mil para transportar a mercadoria. Cerca de duas toneladas de maconha foram encontradas no veículo e 40 pistolas, sendo que 30 delas têm a venda proibida no Brasil”, destacou.

A carreta foi apreendida e levada para o posto policial, onde cães farejadores localizaram todo o material. “O suspeito de ser o dono da mercadoria tem extensa ficha criminal. O motorista chegou ontem [domingo] a Divinópolis e contou que estava no sítio para descarregar toda a mercadoria, que provavelmente seria distribuída para toda a região e até mesmo para outros estados”, acrescentou o tenente-coronel.

Por haver suspeita de que a droga tenha vindo de fora do Brasil, a Polícia Federal vai acompanhar o caso. A droga e as armas serão levadas para a Delegacia da Polícia Federal de Divinópolis. “Essa droga deverá ser incinerada o mais rápido possível pela grande quantidade”, finalizou o delegado da Polícia Federal, Daniel Sousa.

 

 

 

Fotos: Divulgação

 

Fonte: G1 ||

Imprimir

Comentários