A Polícia Militar foi acionada a comparecer ao Hospital Risoleta Neves em Belo Horizonte, no domingo (3). Um jovem de 21 anos deu entrada no hospital com ferimentos possivelmente provenientes de disparos de arma de fogo.

Após a direção do hospital acionar a polícia, foi constatado que o rapaz era um dos suspeitos de ter participado do assalto a banco na sexta-feira (1º) em Formiga.

Antes disso, ele  buscou atendimento médico em um hospital na cidade de Pitangui. Foi verificado que se tratava de lesão provocada por disparo de arma de fogo no antebraço direito. Ao perceber que a PM seria acionada, o homem fugiu sem tratar a ferida. Ainda na noite de domingo, por meio de ações de inteligência, verificou-se a possível identidade do indivíduo que havia procurado atendimento médico. Foi apurado também a possibilidade dele ter se deslocado para a cidade de Belo Horizonte.

Durante o assalto, os bandidos trocaram tiros com a polícia e fugiram em alta velocidade sentido BR-354, após a ação, eles pegaram a MG-050, sentido Divinópolis.

Portanto, a polícia fez o rastreamento, mas, o Gol branco e os bandidos não foram encontrados. No sábado (2), a polícia de Santo Antônio do Monte recebeu uma denúncia anônima de que havia um Gol branco abandonado na estrada sentido à cidade de Amadeo Lacerda.

Sendo assim, ao chegar no local, a PM constatou que haviam marcas de perfuração por disparo de arma de fogo na porta traseira do lado direito, uma perfuração no pára brisa, próximo à coluna do lado esquerdo, duas perfurações no banco do motorista com marcas de sangue e no banco dianteiro do passageiro havia um artefato de explosivo, cápsulas de munição no assoalho, uma camisa, luvas, copos plásticos, alavancas de ferro e cédulas de R$10.

Em Belo Horizonte, configurando além do flagrante de envolvimento no crime de explosão a caixa eletrônico, uso de arma de fogo, tentativa de homicídio contra Policiais Militares em serviço, incorreram também no crime de falsidade ideológica, uma vez que o jovem deu entrada em hospital público utilizando dados de outra pessoa.

Foto: divulgação PM

 

 

 

Fonte: Polícia Militar||

Imprimir

Comentários