A Prefeitura de Formiga está prestes a inaugurar a Casa de Apoio que montou em Belo Horizonte para acolher os formiguenses que estiverem em tratamento fora de domicílio.

O imóvel, alugado pela administração municipal em dezembro passado, será inaugurado no dia 16 de março e leva o nome do empresário Antônio Fernandes Lima (Antônio Cajuru), falecido em janeiro de 2016.

A Casa de Apoio foi implantada pela Lei Municipal de número 3.808, de 20 de abril de 2006, e restruturada pela Lei 5.165, de 24 de maio de 2017. O imóvel passou por reformas e recebeu móveis novos.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Humano, Jaderson Teixeira, a casa já conta com guarda-roupa, cama, colchão, fogão, geladeira e utensílios de cozinha. “Falta comprarmos apenas uma televisão, duas mesas e um armário de cozinha. Mas já estamos tomando providências para adquirir esses móveis o mais rápido possível e colocarmos a casa para funcionar, abrigando os formiguenses que precisam de apoio na capital em momentos delicados de saúde”, disse.

O prefeito Eugênio Vilela acompanhou de perto todo o trâmite de locação do imóvel, assim como as adequações que foram feitas nele. “O imóvel possui condições necessárias para que possamos começar o trabalho de acolhida aos pacientes e seus acompanhantes. Este é um sonho de muitos formiguenses e um compromisso que firmamos com a população”, destacou o prefeito.

O funcionamento da casa

A Casa de Apoio em Belo Horizonte é um serviço de responsabilidade conjunta da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano, quanto à manutenção e coordenação, e da Secretaria Municipal de Saúde, no que se refere à triagem, orientação, encaminhamento e transporte dos pacientes.

A finalidade do projeto é proporcionar um espaço acolhedor e facilitar o acesso à área hospitalar. Os usuários, além de espaço para repouso, terão direito a um acompanhante e à alimentação diária.

A casa está localizada na rua Engenho Novo, 70, no bairro Pompeia, e terá funcionamento ininterrupto.

Imprimir
Comentários