Redação Últimas Notícias

O casal preso na tarde desta segunda-feira (19), suspeito de cometer o homicídio na rua Dr. Carlos Chagas em novembro do ano passado, confessou o crime para a Polícia Civil.

O jovem de 20 anos e a companheira dele, de 18 anos, confessaram terem matado Luiz Afrânio Amaral Costa de 60 anos a facadas. Eles disseram que estavam no apartamento da vítima fazendo uso de bebida alcoólica quando houve um desentendimento e eles a agrediram.

De acordo com a Polícia Civil, o jovem disse que o idoso mexeu com a companheira dele e gerou ciúme, o que teria motivado a briga e o homicídio.

Após três meses de investigação, a Polícia Civil cumpriu nessa segunda os mandados de busca, apreensão e prisão nas residências dos suspeitos, no bairro Sagrado Coração de Jesus.

Na casa dos suspeitos os policiais encontraram objetos que foram roubados do apartamento da vítima no dia do crime. Eles devem ser julgados por latrocínio  (roubo seguido de morte).

O casal está com a prisão temporária decretada e poderá ser convertida em preventiva. A jovem foi levada para o presídio feminino em Pará de Minas e o companheiro dela está preso na Penitenciária Regional de Formiga.

O crime

O corpo de Luiz Afrânio foi encontrado no dia 21 de novembro em um apartamento na rua Dr. Carlos Chagas, no Centro de Formiga. A polícia informou que chegou ao local após comerciantes próximos ao prédio terem acionando os militares e o Corpo de Bombeiros devido a um forte cheiro de gás.

O Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (Samu) também foi acionado, mas quando chegou ao local a vítima já estava sem vida.

O corpo do idoso foi encontrado amarrado e com várias perfurações pelo corpo.

 

 

 

 

Fonte: Com informações do portal G1||

Imprimir

Comentários