As mortes por dengue em Minas Gerais passaram de 19 para 29 em uma semana – um aumento de 52,6% ou dez mortes em sete dias. Foram oito vítimas em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, que tinha cinco casos na semana passada; seis mortes na capital, que tinha quatro; duas em Divinópolis e, na região Oeste do Estado, mais duas em Monte Carmelo, no Triângulo mineiro, e uma em cada um desses municípios: Abaeté, Além Paraíba, Araxá, Bicas, Espera Feliz, Ibirité, Mutum, Patrocínio, Pompéu, Raposos, Recreio. Do total de vítimas, 21 tinham entre 20 e 79 anos de idade, e seis, mais de 80.

O balanço desta semana divulgado nesta terça-feira (22) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) mostra que os casos prováveis da doença tiveram alta de 12%, passaram de 193.541 para 217.110 na última semana. O número de pessoas com suspeita de dengue no Estado, de janeiro até o momento, já supera os pacientes do ano passado inteiro. Em 2015, foram 196 mil casos. E o período de maior concentração da doença só se encerra em abril próximo. Minas está a 28 mil casos de atingir o número do primeiro trimestre de 2013 (245 mil) – quando se viveu a maior epidemia de dengue.

Zika vírus

O crescimento de 39,7% dos casos de zika também preocupam em Minas Gerais. Em uma semana as notificações passaram de 3.113 para 4.350. Os confirmados se mantém em dez casos, 186 foram descartados e os demais estão sendo investigados. Cinco pacientes são do município de Belo Horizonte, dois de Curvelo e Cataguases, Coronel Fabriciano e Uberaba tiveram um caso cada. O aumento ocorre ainda entre as gestantes, que agora são 79 confirmadas com doença aguda pelo zika vírus –  29,5% a mais que semana passada, quando eram 61. O grande risco é de os bebês nascerem com perímetro encefálico menor que o considerado normal. Até agora, Minas Gerais já tem 76 suspeitas de microcefalia pelo zika vírus.

Febre Chikungunya

Dois novos casos confirmados de Chikungunya entraram no boletim desta semana. Um dos pacientes é um homem, de 54 anos, de Belo Horizonte com transmissão em Alagoas. O outro, também do sexo masculino, com 58 anos, é  do município de Poços de Caldas com infecção em Pernambuco. Estes dois casos são de 2015 e foram confirmados somente agora. Neste ano, já são oito confirmações da doença em Minas (no ano passado, foram 14) e 513 notificações. Cinco são residentes de: Belo Horizonte, Santa Vitória, Limeira do Oeste, Nanuque e Água Comprida. Todos importaram a doença de Estados do Nordeste. Outras três confirmações laboratoriais foram infectadas dentro de Minas, residentes de Belo Horizonte, Santa Luzia e Contagem. Nessa última cidade, a infecção evoluiu para óbito e está em investigação.

 

Fonte: O Tempo||http://www.otempo.com.br/cidades/casos-de-dengue-at%C3%A9-o-momento-j%C3%A1-ultrapassam-n%C3%BAmeros-de-2015-em-minas-1.1264347

Imprimir

Comentários