Uma ocorrência inusitada será investigada pela Polícia Civil de Minas Gerais. Um cavalo foi furtado em Passos, na Região Sul do Estado, e encontrado cinco dias depois. Mas, para a surpresa do dono do animal e dos investigadores, o equino, que é branco, estava com outra cor. Os criminosos o pintaram de marrom para tentar enganar os policiais. Um inquérito foi aberto para apurar o caso.

De acordo com a Polícia Civil, o dono do animal relatou que ele foi levado na sexta-feira passada (7) em Passos. Ele comunicou a polícia sobre o fato, e os investigadores começaram as diligências para tentar localizá-lo.

Na tarde dessa quarta-feira (12), os policiais foram até a zona rural de Itaú de Minas, cidade vizinha, e encontrou o cavalo. Porém, o animal estava com a pelagem marrom, pois os criminosos pintaram o equino para não serem descobertos. Mesmo assim, o dono o reconheceu.

Segundo a Polícia Civil, uma pessoa foi encaminhada para a delegacia, onde prestou depoimento e depois foi liberada. Os investigadores vão apurar o furto e o crime de maus-tratos contra o cavalo.

IMPRIMIR

Fonte:

Estado de Minas