De acordo com um balanço publicado no domingo (6) pelo jornal O Globo, sobre base de dados oficiais, 34.945 celulares foram apreendidos nas prisões brasileiras no ano de 2012.
Segundo a publicação, esse número representa uma apreensão a cada quinze presos, levando em conta que a população carcerária do país é de cerca 550 mil pessoas, de acordo com o Ministério da Justiça.

O Estado investiu nos últimos quatro anos um total de R$ 17 milhões em equipes para detectar a entrada de telefones nas prisões e bloquear os sinais nos presídios, mas foi insuficiente.
Os celulares continuam chegar clandestinamente às prisões, como foi noticiado na semana passada, em que um gato foi capturado pelos agentes penitenciários, levando celulares para os detentos no presídio Desembargador Luiz de Oliveira Souza, em Arapiraca (AL).

print
Comentários