Cerca de 700 litros de gasolina que foram apreendidos no último sábado (26) em Paracatu, no Noroeste de Minas, serão levados para a Prefeitura da cidade para que sejam utilizados em serviços essenciais que sofrem com a falta de combustível em razão da greve dos caminhoneiros.

De acordo com as polícias Civil e Militar, a gasolina estava estocada em uma casa no Bairro Bela Vista e estava sendo comercializada por R$ 15 o litro. Dois homens, de idades não informadas, foram presos em flagrante e encaminhados para a delegacia.

A Polícia Civil informou que recebeu uma denúncia anônima de que em uma residência havia grande quantidade de combustível sendo estocado e comercializado a preços abusivos. Em seguida, ao chegar ao local, investigadores e um delegado flagraram o momento em que uma pessoa deixava o imóvel levando galões de gasolina.

O suspeito foi abordado e relatou que adquiriu o combustível no imóvel alvo da denúncia. A Polícia Civil informou que a estocagem irregular de combustíveis é crime inafiançável e prevê pena de um a cinco anos de detenção.

 

Fonte: G1||https://g1.globo.com/mg/triangulo-mineiro/noticia/cerca-de-700-mil-litros-de-gasolina-sao-apreendidos-em-paracatu-apos-denuncia-anonima.ghtml

Imprimir

Comentários