A Polícia Militar de Córrego Fundo recebeu inúmeras ligações via 190, no sábado (2), nas quais os denunciantes diziam que nas proximidades de um bar, situado na Praça Américo Pinto da Silveira, em Córrego Fundo de Baixo, estava ocorrendo muita algazarra, gritarias, som alto e que dois veículos, um de cor prata e outro de cor azul, estariam com o volume do som alto e estavam perturbando toda a comunidade.
No local, havia um veículo Gol de cor prata e um Ford Mondeo de cor azul, ambos com o som em alto volume. Os militares solicitaram ao dono do veículo Mondeo, que abaixasse o som, que prontamente atendeu. Da mesma forma, foi determinado ao dono do Gol, que abaixasse o som do veículo, contudo, o indivíduo não obedeceu a ordem e começou a desacatá-los dizendo que quem mandava ali era ele.
O irmão do proprietário do veículo aumentou o volume do som de uma máquina dentro do bar, em afronta aos policiais e no meio de muitas pessoas bateu no peito e disse: ?Dois PMs não me prendem, aqui quem manda sou eu otários, vocês não são de nada?.
Cerca de 80 pessoas, presentes no local, motivavam os irmãos contra os militares. Durante a ação da PM, o pai dos dois indivíduos, impediu que os militares efetuassem a prisão dos mesmos, sendo a ele dado voz de prisão e utilizada força física necessária para conter sua oposição a ação dos militares.
Diante da quantidade de pessoas e para evitar que os militares sofressem agressões, foi acionado reforço da cidade de Formiga, comparecendo no local outras viaturas. Durante a chegada do reforço policial, os irmãos fugiram do local, não sendo possível efetuar as prisões. Os veículos foram removidos para o pátio do Socorro Jajá.
De acordo com o Boletim de Ocorrência 798/2012, o pai dos suspeitos foi levado ao Pronto Atendimento de Córrego Fundo, onde foi medicado e, em seguida, conduzido à Delegacia de Polícia de Formiga.

print
Comentários