O chafariz colocado na Praça do Santíssimo foi criticado ontem pelo jornal ?Hoje em Dia?, que circula em todo o Estado. De acordo com a matéria intitulada Formiga tem a ´Fonte de Vida Eterna´, a cidade tem um dos cartões de visita mais tétricos do Estado, uma fonte de água potável, ou seja, para ser degustada, colocada ao muro do principal cemitério do município.
Ainda de acordo com a matéria, a fonte já está sendo chamada pelos habitantes como ?A Fonte da Vida Eterna?. A reportagem relata que são várias as versões para a canalização da fonte: uns dizem que a água sai do terreno onde se encontra as lápides do cemitério, outros, que os canos que conduzem a água límpida e fresca apenas cortam os arredores do Campo Santo.
A fotografia que gerou a reportagem do jornal Hoje em Dia foi tirada por uma aluna da PUC Minas, de Belo Horizonte, que, ao passar pela cidade, registrou a imagem pelo celular.
A redação do jornal Nova Imprensa e do portal Últimas Notícias já havia feito reportagens sobre o chafariz, à época, a explicacão do Executivo, por meio da Secretaria de Comunicação, foi a de que, no local onde foi construído o chafariz, feito em pedra sabão, existia uma torneira pública, onde as famílias daquela região buscavam água vinda do poço artesiano da ?Sonda?, perto do Tiro de Guerra. No bairro, eram poucas as ruas e residências que tinham rede de água encanada. As pessoas faziam fila nas torneiras públicas para encherem suas vasilhas d?água para uso diário.

IMPRIMIR