As investigações que levaram ao indiciamento do funcionário público, da Prefeitura de Itaúna, Welliton Evandro dos Santos terminaram nesta sexta-feira. O ex-chefe de gabinete, do Prefeito, Eugenio Pinto vinha sendo investigado, desde o último, dia 28, pelo crime de atentado violento ao pudor, contra uma criança, de oito anos.
Segundo o delegado da Comarca de Itaúna, Marco Antônio Noronha, o crime teria ocorrido no dia 28 de junho, durante um aniversário na casa do funcionário público. Várias crianças estiveram presentes e algumas ficaram na casa para dormir.
Durante a madrugada, o indiciado teria ido ao quarto das crianças e abusado sexualmente de uma menina de oito anos. ?A mãe da menor nos procurou, deu queixa e a criança foi examinada pelo médico legista, que constatou a violência sexual. Diante fato começamos a investigar o crime de pedofilia, e hoje ao final dos trabalhos acreditamos ter provas concretas, sobre o atentado violento ao pudor.?, informou.
Ainda segundo o delegado, o inquérito que indicia o ex-chefe de gabinete, será entregue ao Ministério Público, na próxima segunda feira. A pena prevista para o crime é de 6 a 10 anos de prisão.
Em nota enviada a Redação da RÁDIO SUCESSO, a Prefeitura de Itaúna informou que Wellinton Evandro dos Santos foi exonerado do cargo, nesta sexta-feira.

Imprimir
Comentários