Desde o início deste mês, a Defesa Civil de Belo Horizonte atendeu 57 chamados de socorro em decorrência da chuva, 16 deles motivadas por deslizamentos de encosta.

Das 2h às 9h de terça-feira (6), foram 25 ocorrências, entre elas, uma queda de árvore na rua Pilar, no bairro Grajaú, na região Oeste. Foram atingidas a sacada de um apartamento e a área externa de uma escola de idiomas.

A dona da escola, Maria Isabel Andrade, 35, conta que o perigo já era anunciado. “Nos últimos cinco anos, a gente pede poda, mas cortam muito pouco, não faz diferença”, afirmou.

Em Contagem, na região metropolitana, um imóvel desabou parcialmente no bairro Eldorado, e outro no bairro Parque Ayrton Senna, onde o passeio e parte da rua cederam. Segundo a Prefeitura, ninguém se feriu, e o local está interditado devido ao alto risco de deslizamento.

Em Governador Valadares, na região do Rio Doce, cerca de 400 famílias estão ilhadas no distrito de Córregos do Bernardo.

Até sexta-feira, a previsão da PUC Minas TempoClima é de tempo nublado em todo o Estado, com redução do volume de chuvas e pancadas ao longo do dia.

IMPRIMIR

Fonte:

O Tempo Online