As chuvas dos últimos 30 dias trouxeram transtornos para motoristas e moradores de diversas regiões de Minas Gerais.

 

De acordo com o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG) foram registrados danos severos em seis segmentos de rodovias devido às chuvas intensas que castigam o estado. As vias afetadas se distribuem nas regiões Sul, Zona da Mata e Vale do Rio Doce e uma série de desvios precisou ser providenciada.
Além da BR- 265, principal ligação entre a BR-040 e a BR-381 ter o trânsito interrompido devido à queda de uma ponte em Lavras, a MG-111, em Reduto, também teve a pista afetada e o trânsito desviado no domingo.

Em Santana do Paraíso, uma grande erosão engoliu os bueiros do sistema de drenagem da MG-232, tornando o tráfego precário. Sinalizações de emergência foram instaladas no trecho de 25,8 quilômetros.

O tráfego foi interrompido também na AMG-1045, em Caxambu, devido a abatimento na pista. O desvio é feito pelas rodovias BR-267 e AMG-1030, em Varginha.

No município de Laranjal, a MG-285, entre a BR-116 e a divisa com o Rio de Janeiro, está com tráfego em meia pista devido à erosão próximo a encabeçamento da ponte. Em Vargem Alegre, dois segmentos da MG-425 estão com tráfego prejudicado devido a uma série de erosões próximas aos acostamentos direito e esquerdo. Sinalizações de emergência foram realizadas para alertar sobre os obstáculos.

Em Belo Horizonte o anel rodoviário ficou cerca de 15 horas interditado devido a uma cratera que se abriu na altura do km 534, no viaduto que fica acima da Via Expressa, no bairro Califórnia. O trânsito foi liberado na manhã desta terça-feira (13).

De acordo com a concessionária Via 040, que administra o trecho, a causa do problema foi “o volume atípico de chuvas” dos últimos dias. Cerca de 25 agentes da concessionária trabalharam durante toda a madrugada no fechamento da cratera. Um caminhão de material foi retirado da canaleta do Anel.

IMPRIMIR

Fonte:

Com informações do Estado de Minas