A chuva do fim de semana causou estragos e prejuízos na cidade de Bambuí, no Centro-Oeste de Minas Gerais. Segundo a Defesa Civil Municipal, pelo menos 3.000 casas ficaram danificadas e cerca de 200 famílias, desalojadas. Cinco pessoas ficaram feridas. Elas foram socorridas no hospital do município e liberadas em seguida. A prefeitura decretou estado de emergência.
Na última quarta-feira, uma chuva de granizo que atingiu a cidade danificou praticamente todas as casas que possuem telhado francês ou brasilite fino.
As águas das intensas chuvas de sábado e domingo invadiram as casas e alguns moradores perderam tudo o que tinham. A coordenadora da Defesa Civil de Bambuí, Regiane Pereira Miguel Casagrande, informou que a Cruz Vermelha enviou para o município cobertores e duas toneladas de alimentos. Porém, a quantidade ainda não é suficiente para atender toda a demanda.
Na noite de anteontem, também foram registrados dois deslizamentos de terra, sem vítimas. Mesmo assim, alguns moradores de áreas onde há risco de desabamento permanecem no local. Fazemos um trabalho de conscientização, mas não adianta, afirmou Regiane. Segundo a coordenadora, todos os desabrigados foram encaminhados para hotéis, casas de vizinhos, parentes ou abrigos. As aulas nas escolas não precisaram ser suspensas.
O agricultor Francisco Ribeiro da Cruz, de 50 anos, que mora no centro de Bambuí, perdeu eletrodomésticos e móveis. Ele disse que não teve dinheiro para consertar as telhas quebradas pelo granizo antes da chuva do fim de semana. ?É triste perder tudo o que custamos a conseguir. Minha família ainda conseguiu salvar algumas coisas, mas teve gente que perdeu tudo?, lamentou.
A Defesa Civil Estadual informou que, na região metropolitana da capital e no restante do Estado, a chuva do fim de semana não causou grandes estragos. Até ontem, 19 prefeituras mineiras haviam decretado estado de emergência.

Imprimir
Comentários