As autoridades da região espanhola de Navarra conseguiram restaurar uma escultura de São Jorge do século XVI, desfigurada por moradores que tentaram “restaurá-la”.

A peça representa o santo católico combatendo um dragão e, no ano passado, foi restaurada por moradores do povoado navarro de Estella cheios de boa vontade, mas sem muita aptidão artesanal.

Escultura de São Jorge antes e depois da restauração
(foto: ARTUS RESTAURACIÓN PATRIMONIO )

Eles usaram gesso e acrílico na estátua e o rosto do santo acabou parecendo mais uma figura de revista em quadrinhos. E o cavalo foi pintado de azul.

A “restauração” acabou custando 6.010 euros de multas à paróquia.

Três meses de trabalho em uma oficina oficial de Pamplona resgataram a dignidade do santo, a um custo de mais de 30 mil euros. A estátua, no entanto, sofreu danos permanentes.

O caso recorda muito o ocorrido com “Ecce Homo”, um afresco do povoado de Borja, que em 2012 foi restaurado por uma senhora de 80 anos que transformou o rosto de Cristo em um macaco.

“Ecce Homo” foi restaurado por uma senhora de 80 anos que transformou o rosto de Cristo em um macaco
(foto: Wikipedia/Reprodução)

Imprimir