As potencialidades locais são os caminhos que as cidades da Zona da Mata e Campo das Vertentes estão seguindo para retomada do turismo em meio a pandemia, todas elas adotando protocolos contra a covid-19 com as redes hoteleiras e os restaurantes se adaptando para receber os turistas. 

Em Tiradentes, a prefeitura foca na exploração da parte cultural, patrimônio histórico e no ecoturismo. Uma das atrações mais procuradas é a Maria Fumaça, passeio liga o município à cidade de São João Del Rei, outro destino também muito procurado na região. 

Em São João a prefeitura trabalha com a divulgação nessa retomada. Outra ação é a revitalização e reforma dos prédios do Conjunto Arquitetônico Barroco da cidade. Conforme o superintendente de comunicação da cidade, Tovar Luiz, a recepção dos turistas segue um protocolo de segurança. “Grupos de turistas reduzidos, sendo acompanhados pelos guias de forma segura, com uso de máscaras. Temos em todos os prédios do nosso conjunto arquitetônico álcool em gel na entrada, todo um aparato de segurança para que esses turistas possam conhecer esse barroco de forma bastante segura.”

Em Juiz de Fora foi instituído um fórum permanente para retomada do turismo. O projeto envolve atores locais na busca de soluções para aliviar os efeitos negativos causados no setor. Segundo o secretário municipal de Turismo, Marcelo do Carmo, a cidade tem várias opções para serem exploradas. “Nós temos dois produtos que são os principais, os que mais fazem girar a roda do turismo na cidade, que são os eventos e neste momento a gente trabalha muito para que as cervejas especiais também ganhem o destaque.”

Na cidade de Lima Duarte, a prefeitura tem atuado em ações para restruturação e articulação. O Executivo local trabalha no cadastramento de bares, restaurantes, pousadas e hotéis no programa Turismo Legal e na implementação do QR Code para agendamento no Parque Estadual do Ibitipoca, que fica no distrito de Conceição do Ibitipoca.

Fonte: Itatiaia

print
Comentários