As chuvas intensas e contínuas que atingem várias regiões de Minas Gerais nos últimos dias elevaram os níveis de muitos rios e algumas cidades do Estado estão em alerta para possíveis inundações. Um dos casos mais críticos é em Governador Valadares, município cortado pelo rio Doce.

De acordo com comunicado da administração municipal, o rio alcançou a marca de 2,25m nesta quarta-feira (4) e a previsão é que alcance a marca de 2,60m ainda nesta tarde, podendo assim atingir a calha e gerar um transbordamento. O alerta da prefeitura para a população que já foi atingida anteriormente por enchentes é de cuidado especial com familiares, animais e móveis.

Carros de som farão o alerta aos moradores das regiões próximas aos leitos do rio Doce, em caso de perigo de transbordamento.

Veja o alerta publicado nesta quarta-feira:

Nível do Rio Doce pode chegar a 2,60m na tarde desta quarta-feira (4) ⚠️

Posted by Prefeitura de Valadares on Wednesday, March 4, 2020



Na Zona da Mata, outros municípios estão em estado de alerta, especialmente aqueles banhados pelos rios Pirapetinga, Pomba e Paraibuna. As prefeituras de Além Paraíba, Pirapetinga e Cataguases monitoram os níveis dos rios e fazem alertas para que a população ribeirinha esteja preparada para eventuais enchentes. Já a cidade de Rio Pomba, que também estava em alerta, enfrenta um grande alagamento nesta quarta, com dezenas de desalojados e pessoas ilhadas, após o rio de mesmo nome transbordar.

Veja o comunicado da Prefeitura de Pirapetinga:

A Prefeitura Municipal de Pirapetinga através da Defesa Civil está em alerta devido as chuvas fortes e a previsão de…

Posted by Prefeitura Municipal de Pirapetinga on Wednesday, March 4, 2020



De acordo com último levantamento da Defesa Civil, 196 municípios mineiros decretaram situação de emergência desde o início do período chuvoso. Neste momento, há cerca de 12 mil pessoas desabrigadas no Estado e 72 morreram em ocorrências decorrentes das chuvas.

Já foram registradas inundações na zona rural de Pirapetinga ( Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação / N/A)

 

Fonte: Hoje em Dia ||
Imprimir
Comentários