O calendário para a temporada 2020, publicado pela CBF em 3 de outubro do ano passado, previa que neste fim de semana o futebol no país estaria parado para a disputa de amistosos pela Seleção, como preparação para a Copa América.

A bola realmente não está rolando, mas por causa da pandemia pelo novo coronavírus, que já provoca um efeito impressionante. Só em Minas Gerais, considerando-se os 24 clubes do Módulo I (12) e Módulo II (12) do Estadual, 99 partidas oficiais já deixaram de ser disputadas desde 16 de março.

A última vez que a bola rolou com um clube mineiro em campo, num jogo válido por competição oficial, foi há 82 dias, quando o Betim fez 2 a 1 sobre o Democrata-GV, em Governador Valadares, encerrando a 6ª rodada da fase classificatória do Módulo II. O Módulo I teve as últimas partidas um dia antes.

Competições

Desde então, o futebol mineiro já deixou de saber quais seriam os semifinalistas do Módulo I e quem venceria o torneio. Quais clubes seriam rebaixados ao Módulo II e quem levantaria a taça do Troféu Inconfidência. Tudo isso só na Primeira Divisão do Estadual.

No Módulo II, já teriam sido definidos não só os quatro clubes que disputariam o quadrangular final, mas também o seu campeão, pois a data de encerramento era 30 de maio.

Além disso, já se conheceria as duas equipes rebaixadas à Segunda Divisão, que na verdade é a terceira, e que não sofreu, pelo menos ainda, alteração no calendário, pois seu início está programado para agosto.

Nacional

Em nível nacional, Cruzeiro e América saberiam em 18 e 19 de março, respectivamente, se avançariam à quarta fase da Copa do Brasil, que paga R$ 2 milhões a cada participante.

No dia 18, a Raposa tinha a difícil missão de superar o CRB-AL, em Maceió, por pelo menos dois gols de diferença para tentar a vaga nos pênaltis, pois na ida, no Mineirão, perdeu por 2 a 0.

Em 19 de março, a situação americana era mais confortável, pois com o empate sem gols com a Ferroviária-SP, em Araraquara, na ida, jogaria no Independência precisando de uma vitória por qualquer placar para avançar.

Pelo calendário da CBF, a Copa do Brasil já era para estar na quarta fase e as oitavas já disputadas. Além disso, as quatro divisões do Brasileirão já estariam em andamento, com cinco rodadas das Séries A, B e C já acontecendo. A Série D já teria as duas primeiras disputadas.

Calendário

Dos 12 clubes que disputam o Módulo I, oito participam de alguma divisão do Brasileirão. A lista conta com Atlético (Série A); América e Cruzeiro (Série B); Boa Esporte e Tombense (Série C); e Caldense, Patrocinense e Tupynambás (Série D).

Cinco dessas equipes já treinam, sendo que apenas os participantes da Série D ainda não retornaram aos trabalhos.

Num momento em que se discute o retorno dos estaduais, o que ainda parece distante, pelos casos de jogadores com a Covid-19 em vários clubes, inclusive em América, Atlético e Cruzeiro, uma certeza, em nível nacional, é que o calendário de 2020 só terminará no ano que vem.

E a primeira previsão da CBF, de que isso acontecesse até 31 de janeiro de 2021, é quase impossível.

Com base na legislação, que prevê intervalo mínimo de 66 horas entre os jogos, para que tudo previsto no futebol brasileiro para o ano de 2020 terminasse até 31 de janeiro de 2021, a bola teria de voltar a rolar neste fim de semana.

A pandemia ainda nem chegou ao seu pico, a volta do futebol é uma realidade ainda distante e a única certeza que se tem é a de que o calendário desta temporada invadirá alguns meses do primeiro semestre do ano que vem.

Fonte: Hoje em Dia

Imprimir
Comentários