Uma apreensão no mínimo inusitada foi feita pela Polícia Militar de Pains esta semana. O proprietário de uma oficina de automóveis acionou os militares na manhã de segunda-feira (13) e alegou que o irmão havia comprado um veículo em um leilão da Secretaria Anti-drogas, ocorrido em Belo Horizonte, há cerca de dois meses. O dono do veículo o levou até a oficina para reparos na lanternagem.
Segundo informou o proprietário da oficina, ao desmontar o paralama da roda direita do veículo, percebeu que havia caído ao solo um invólucro plástico contendo uma substância branca em pasta semelhante à cocaína. Conforme informações da PM, o local foi isolado e apreendida toda a droga que pesou 1.085 gramas. Todos os envolvidos foram orientados a prestarem esclarecimentos na Delegacia de Polícia perante a autoridade de Polícia Judiciária.

Apreensão de cigarros ilegais

Passadas cerca de duas horas da apreensão de drogas descrita acima, militares em patrulhamento abordaram o condutor de um veículo que transitava em Pains e constataram que ele portava no carro 2.680 maços de cigarros de marcas diversas. Segundo o condutor e um passageiro do veículo, a mercadoria havia sido comprada no Paraguai e foi trazida ilegalmente, sem o recolhimento do respectivo tributo fiscal. A PM deu voz de prisão aos acusados e os encaminhou, juntamente com amercadoria apreendida, para a Delegacia de Polícia.

print
Comentários