A paralisação de caminhoneiros que ocorre simultaneamente em várias regiões do Brasil mudou a rotina de motoristas. O bloqueio de veículos que transportam combustíveis já afeta a venda dos produtos no Centro-Oeste de Minas.

O portal Últimas Notícias consultou alguns postos de combustíveis em Formiga e constatou que os localizados na área central da cidade, tanto o álcool quanto a gasolina já acabaram ou estão perto do fim.

Em um posto no Centro, desde esta segunda-feira (9) os combustíveis já estão em falta. Em outra empresa, localizada na avenida Rio Branco, só há diesel para vender.

O atendente de um posto localizado na saída para Campo Belo relatou que a gasolina comum já acabou, mas ainda há álcool nas bombas, pois a procura é menor. Já em outros dois postos, localizados no bairro Engenho de Serra e na MG-050, ainda há estoque de combustível.

Outras cidades

Em Divinópolis, nesta terça-feira (24), motoristas lotaram os postos. Em muitos estabelecimentos, filas enormes se formaram. Em um posto, com capacidade para 40 mil litros de gasolina, só haviam dois mil. Das quatro bombas, duas não funcionavam.

Por causa do grande movimento, as filas são inevitáveis. Frentistas relataram brigas entre clientes. O diretor regional da Minaspetro, Antônio Nunes, disse que o risco de desabastecimento é iminente. “Pode ser amanhã ou depois”, afirmou.

Além dos combustíveis, outras mercadorias estão paradas na estrada. Na BR-381, que liga Minas Gerais a São Paulo. A fila de veículos de carga chega a oito quilômetros. Mais de 200 motoristas estão parados no trecho. Em meio ao transporte, produtos químicos, ferragens e peças para montadoras de carros. Ainda não há previsão de quando estas cargas serão entregues.

Na cidade de Cláudio, segundo a Prefeitura, três postos não têm mais combustíveis. Na BR-354, que dá acesso a Formiga, os caminhoneiros estão parados perto do povoado de Rodrigues desde o início da noite de segunda-feira (23).

Na MG-050, parte da pista está interrompida no trevo que dá acesso à cidade de Itaúna. A paralisação deixa o trânsito impedido para caminhões desde a tarde de segunda-feira. Em Lagoa da Prata, de acordo com a PMR, o combustível está quase acabando.

Em Luz, a Polícia Militar já registrou a falta de gasolina em um posto de combustíveis que fica em um trecho de rodovia. De acordo com informações da Polícia Militar, a alta procura por combustíveis na cidade de Moema deve fazer com que praticamente todos os postos fiquem sem os produtos ainda nesta terça-feira.

Na BR-352, o ponto de concentração dos caminhoneiros é em frente ao parque de exposições de Pitangui. Na cidade, há relatos de falta de combustíveis em vários postos.

 

Redação do Jornal Nova Imprensa Com informações do G1

Imprimir
Comentários