Manter a vida saudável durante a quarentena é um grande desafio. Com menos chances de praticar exercícios e a mente muito ocupada com outras preocupações, acaba restando a alimentação como esperança para manter o equilíbrio. A criação de alguns hábitos alimentares pode ajudar muito nesse momento. Confira, portanto, algumas dicas para enfrentar a quarentena de um modo mais saudável.

Crie uma rotina e cozinhe em casa

Muita gente não tinha o hábito de cozinhar em casa, optando por comer frequentemente em restaurantes. Para essas pessoas, é uma ótima oportunidade de criar o costume de fazer as próprias refeições. Crie o seu estoque de alimentos e inove no cardápio, preparando refeições balanceadas e nutritivas. 

Para quem está isolado em casa, criar uma rotina alimentar é essencial. Isso ajuda a manter algo fixo, colaborando inclusive para a saúde mental. Quando estamos sem trabalhar, preparar refeições mais elaboradas ainda é uma ótima chance para ocupar a cabeça e se distrair das más notícias.

Pegue leve nas entregas

Mesmo que muitos restaurantes estejam fazendo entregas para conseguir se manter durante a crise, é importante impor um limite aos pedidos de fora. São três os motivos: a economia financeira é enorme, a chance de contágio pelo coronavírus diminui e a rotina alimentar fica mais saudável. Uma ideia é restringir a um pedido externo por semana.

Se você é do grupo de risco e está evitando sair de casa até para as compras, não há como abandonar as entregas. Nesse caso, procure serviços mais saudáveis. Em vez de pedir uma refeição pronta, por exemplo, busque estabelecimentos que levam cestas de alimentos orgânicos até a sua casa.

Planeje suas compras

Hoje em dia é inviável ir ao supermercado toda vez que temos vontade de comer alguma coisa. Por isso, as compras devem ser muito bem planejadas, abrangendo alimentos que se encaixam em diferentes pratos, que sejam nutritivos e que não estragam tão rápido.

Uma outra dica interessante vem da equipe de médicos, nutricionistas e especialistas em saúde e bem-estar do site Saudável&Forte: a aposta em frutas, verduras e legumes. Além de serem alimentos mais baratos, eles oferecem uma infinidade de variações. Assim, você não enjoa tanto de suas próprias refeições e pode reduzir o consumo de carne, que é mais cara e estraga mais rápido, não permitindo estoques tão grandes.

Ao fazer as compras, também é importante limitar o número de “besteiras”. É gostoso ter em casa algumas coisinhas para comer durante o dia, como bolachas, chips e doces. Porém, quando estamos em isolamento, temos tendência a comer mais, como forma de aliviar o estresse. Então, tente não cair em tentação enquanto está no mercado, pois quanto menos você comprar, menos irá comer.

Coma alimentos que aumentam a imunidade

Durante uma pandemia, é importantíssimo comer alimentos que comprovadamente aumentam a imunidade do nosso corpo. Assim, ficaremos mais protegidos contra o vírus. Nutrientes como a vitamina C, o ácido fólico e o zinco são exemplos, sendo encontrados em muitos alimentos, como frutas cítricas, brócolis, couve, cogumelos, lentilha, castanhas e grão de bico.

É importante lembrar que a alimentação é a melhor maneira de aumentar nossa imunidade. Por isso, tome cuidado com informações não comprovadas, como a de que tomar muito sol para contrair vitamina D reforça o sistema imunológico.

Imprimir
Comentários