O 4º Prêmio Inova chega em sua segunda etapa com a divulgação dos projetos classificados para a fase final. Agora servidores, empregados públicos, estagiários e bolsistas do Estado podem votar nas melhores ideias até o dia 18 de novembro, pelo site www.premioinova.mg.gov.br.

Doze projetos foram classificados entre os cerca de 200 inscritos. “Participaram da primeira fase de avaliação representantes da Fundação João Pinheiro (FJP), do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e professores da Universidade Estadual de Minas Gerais (Uemg)”, conta a superintendente Central de Política de Recursos Humanos, da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Maria Aparecida Muniz Jorge.

Conforme o edital, foram selecionados seis projetos de cada categoria: “Ideias Inovadoras Implementáveis”, que abrange os projetos em fase inicial e que ainda não apresentam resultados, e “Iniciativas Implementadas de Sucesso”, ações já desenvolvidas com resultados mensuráveis.

A terceira e última etapa está prevista para acontecer no dia 25 de novembro. Para eleição dos vencedores, serão somadas as notas atribuídas nas duas primeiras etapas e aquelas atribuídas pela da Comissão de Avaliação final.

Os três primeiros lugares de cada categoria receberão prêmios em dinheiro e o quarto lugar receberá uma menção honrosa. “Além disso, a área de Inovação da Seplag dará assessoramento aos vencedores para implementação das ideias vencedoras e disseminação das iniciativas”, completa Maria Aparecida.

Fazer a diferença

Com objetivo de inovar e transformar, o 4º Prêmio Inova incentiva e reconhece ideias e iniciativas que fazem a diferença na rotina da administração pública do Estado de Minas Gerais.

De acordo com a diretora Central de Inovação da Ação Governamental da Seplag, Isabela Gontijo Tolentino, um grande diferencial desta edição foi o número de projetos inscritos e a variedade de instituições participantes. “Isso significa que a inovação está acontecendo em cada canto deste governo. Além disso, as qualidades das propostas superaram as nossas expectativas”, afirma.

Isabela também ressalta a importância do concurso para o Estado, uma vez que permite a disseminação da cultura de inovação e a valorização dos servidores. “Isso tudo contribui para que cada servidor se veja cada vez mais motivado a transformar os serviços e processos do governo, com foco no usuário e na geração de economia”, avalia.

Conheça os projetos finalistas

Ideias inovadoras implementáveis

  1. Modernização do Centro Estadual de Educação Continuada (Cesec) – Da melhoria da gestão à qualificação do ensino (SES)
  2. Inteligência artificial no combate à evasão na Educação em Minas Gerais (SES)
  3. Matriz Origem e Destino de Cargas (ARMBH)
  4. MG API – Plataforma de API’s de Minas Gerais – Conectando Minas com o Mundo (Prodemge)
  5. Funed na escola (Funed)
  6. VacinAPP: Sistema de agendamento de vacinação e cartão de vacinas digital (SES)

Iniciativas implementadas

  1. Enem na Escola (SEE)
  2. Escola de Formação em Direitos Humanos (EFDH) de Minas Gerais (Sedese)
  3. Registro Automático de Empresas (Jucemg)
  4. A centralização das compras de nutrição enteral pela Central de Compras do Estado de Minas Gerais (Seplag)
  5. Implantação da Anuência Digital na RMBH (ARMBH)
  6. Sistema Ponto Digital: mais economia e eficiência na gestão de Recursos Humanos do Estado (Seplag)
Imprimir