O Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Consea-MG) está realizando conferências regionais envolvendo os conselhos municipais de Segurança Alimentar de cerca de 350 municípios mineiros. Os encontros tiveram início no final de abril, em Poços de Caldas, no Sul de Minas, e são parte de um processo preparatório para a 5ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável.
Os eventos, que se estendem até o dia 2 de julho, têm por objetivo reunir as demandas relativas à segurança alimentar e nutricional que serão apresentadas nas conferências estadual e nacional, com o intuito de fortalecer as políticas públicas na área no Estado e no país. Os encontros regionais já foram realizados em Poços de Caldas, Januária, Cachoeira do Campo, Formiga e Montes Claros. Nesta sexta-feira (27), teve início a reunião em Manhuaçu.
O presidente do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Minas Gerais, Dom Mauro Morelli, ressalta a importância de que todos contribuam com a sua participação nas conferências regionais. Reunimos para pensar um Brasil livre da miséria e da fome. Vinte e cinco conferências regionais trazendo dos municípios a vontade de ver esse direito conhecido e reconhecido. O direito a viver com dignidade e esperança, sem faltar às pessoas aquilo que é vida para nós, o alimento?, enfatiza.
Ainda serão realizados encontros em Almenara, Viçosa, Pompéu, Muriaé, Tiradentes, Teófilo Otoni, Uberlândia, Belo Horizonte, João Monlevade, Lavras, Paracatu, Passos, Alfenas, Governador Valadares, Juiz de Fora, Uberaba, Capelinha, Caratinga e Patos de Minas. Nessa etapa regional, são definidos 15 representantes de cada grupo, que participarão da Conferência Estadual. Inicialmente, os próprios municípios se organizaram e realizaram conferências municipais, pré-requisito para integrarem os grupos regionais.
Já para a Conferência Nacional, o Consea possui 81 vagas para representantes, definidos a partir do encontro estadual.
Conferência Estadual
A 5ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável será realizada entre os dias 4 e 7 de agosto e abordará o tema ?Alimentação saudável, adequada e solidária: direito humano básico?. Os objetivos são avaliar os avanços e perspectivas para a efetivação do direito humano à alimentação adequada e saudável, através da promoção da política de segurança alimentar e nutricional sustentável no âmbito estadual.

Deverão ser discutidas as diretrizes, programas, ações do Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável, no âmbito do Plano Plurianual de Ações Governamentais (PPAG) 2012/2015, e, ainda, as prioridades para o fortalecimento das políticas de apoio à agricultura familiar. Além disso, a Conferência Estadual vai propiciar o intercâmbio e o compartilhamento de experiências entre as Comissões Regionais e eleger os delegados para a 4ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, que será realizada entre os dias 7 e 10 de novembro de 2011, em Salvador (BA).
Dom Mauro Morelli destaca o papel de Minas Gerais, fundamental para o avanço nas políticas públicas voltadas ao direito básico da alimentação no Brasil. ?Minas foi o primeiro estado das Américas, para não dizer do mundo, que tomou uma posição fundamental, definindo que comer e beber para viver é um direito humano básico?, finaliza.

print
Comentários