Um balanço divulgado pela Conmebol nessa segunda-feira (21) aponta que a Copa América 2021 tem 140 casos positivos de Covid-19. O número foi alcançado após 15.235 testes realizados desde o início da competição no Brasil.

A Conmebol não detalhou exatamente a área de atuação de cada pessoa que testou positivo, mas disse que a maioria dos infectados registrados é de operários e empregados terceirizados. A entidade adota um discurso positivo em relação ao saldo até o momento, dizendo que 0,9% dos testes feitos deram negativo.

Pelo critério usado no controle da Conmebol, é possível tratar os 140 resultados positivos como de pessoas diferentes porque a entidade afasta ou substitui os profissionais que são infectados pelo coronavírus.

Em caso de jogadores, as delegações podem fazer a substituição também, como prevê o regulamento da competição. Quem não é cortado de vez, não faz teste de novo -por isso não há duplicidade-, mas fica isolado por dez dias e volta à ativa após esse período, caso não tenha mais sintomas. O procedimento é similar ao que ocorre no Brasileiro.

Em relação aos negativados, não quer dizer que 15.235 pessoas foram testadas, já que a força de trabalho tem sido submetida ao controle recorrente. A Conmebol exige PCR a quem vai trabalhar nas partidas, com amostras colhidas 48 horas antes.

Fonte: O Tempo Online

Imprimir
Comentários