Enquanto Boca Juniors e River Plate aguardam decisão da Conmebol sobre a realização do segundo jogo da final da Copa Libertadores de 2018, a edição de 2019 já tem 39 clubes classificados.

No Brasil, já se tem a certeza de que Palmeiras (campeão brasileiro), Cruzeiro (campeão da Copa do Brasil), Flamengo e Internacional (2° e 3° colocados do Brasileirão) estão confirmados na fase de grupos do torneio. Grêmio e São Paulo disputam o último posto no G4 para “fugir” da chamada Pré-Libertadores.

O Atlético, por sua vez, tenta se manter em sexto no Campeonato Brasileiro para ir à segunda fase preliminar.

Os 39 classificados para a Libertadores:

Vão jogar a Fase de Grupos (18)

BRA – Cruzeiro, Palmeiras, Flamengo e Inter

ARG – Boca, Godoy Cruz, San Lorenzo e Huracán

URU – Nacional e Peñarol

PAR – Olímpia

CHL – Univ. Católica

COL – Tolima

EQU – LDU

PER – Sporting Cristal

BOL – Jorge Wilstermann

VEN – Zamora e Deportivo Lara

Podem jogar Pré-Libertadores ou Grupos (14)

BRA – Grêmio e São Paulo

ARG – Talleres

PAR – Cerro Porteño e Libertad

CHL – Univ. de Chile e Univ. Concepción

COL – Indep. Medellín e Junior

EQU – Barcelona e Emelec

PER – Melgar e Alianza Lima

BOL – The Strongest

Vão jogar a Pré-Libertadores (7)

URU – Danubio (2ª fase) e Defensor (1ª)

CHL – Palestino (2ª fase)

COL – Atlético Nacional (2ª fase)

PER – Real Garcilaso (1ª fase)

VEN – Caracas (2ª fase) e La Guaira (1ª)

Vagas abertas

A Libertadores de 2019 ainda tem oito vagas a serem preenchidas. Saiba como está o cenário de cada uma:

Campeão da Libertadores

Se o Boca for campeão da Copa Libertadores de 2018, o G5 do Campeonato Argentino 2017/2018 virará G6, puxando o Independiente (6º) para a segunda fase e o Talleres (5º) para a etapa de grupos em 2019.

Já a vitória do River Plate interferiria na vaga oriunda da Copa Argentina. Para isso, o time precisa passar pelo Gimnasia y Esgrima na semifinal, a ser realizada em jogo único nesta quarta-feira, às 22h10 (de Brasília), no estádio José María Minella, em La Plata.

Quem se daria bem com a eventual conquista do River na Copa Libertadores é o Rosario Central, finalista da Copa Argentina. Mesmo num eventual revés, o time da província de Santa Fe herdaria a vaga referente à presença na decisão do torneio eliminatório de seu país.

Campeão da Copa Sul-Americana

A Copa Sul-Americana tem quatro postulantes ao título. Na semifinal entre brasileiros, o Atlético-PR venceu o Fluminense por 2 a 0 na partida de ida, na Arena da Baixada, em Curitiba. O duelo de volta será nesta quarta-feira, às 21h45, no Maracanã. No outro mata-mata, disputado por colombianos, o Junior bateu o Santa Fe por 2 a 0, em Bogotá, e está em grande vantagem para o segundo jogo, nesta quinta, às 22h45 (de Brasília), em Barranquilla.

Um detalhe importante: se o Junior vencer a Copa Sul-Americana, o Once Caldas surgiria como quinto representante do futebol colombiano na Libertadores de 2019 graças à sua pontuação geral nos torneios Apertura e Clausura. Assim, o clube campeão da edição de 2004 entraria na segunda fase.

Uma vaga no Brasil

O Atlético precisa de uma simples vitória sobre o Botafogo, às 19h de sábado, no Independência, para garantir a sexta colocação no Brasileiro e a consequente presença na segunda fase da Libertadores 2019. Se empatar ou perder, terá de torcer para que o Atlético-PR não vença o Flamengo no mesmo dia e horário, no Maracanã.

Caso o Galo perca o sexto lugar para o Atlético-PR, terá de torcer pelo título do clube paranaense na Sul-Americana, de modo que o G6 do Brasileiro vire G7.

Quarto colocado geral no Paraguai

Nacional e Sol de América são os clubes do futebol paraguaio que postulam a quarta vaga do país na Libertadores 2019. Quem ficar à frente na classificação entrará na primeira fase.

Copa Argentina

O Rosario Central é finalista da Copa Argentina e aguarda o ganhador de Gimnasia de La Plata x River Plate.

Conforme já explicado, se o River vencer a semifinal da Copa Argentina e, posteriormente, bater o Boca Juniors na final da Copa Libertadores, o Rosario celebrará a classificação ao torneio sul-americano mesmo se perder o título nacional.

Em compensação, se o River passar pelo Gimnasia, porém perder para o Boca na Libertadores, terá de conquistar a Copa Argentina para ir à Libertadores de 2019, pois terminou o Campeonato Argentino em oitavo lugar.

Já a final entre Gimnasia e Rosario Central não sofrerá interferência de outra competição.

Quarta vaga do Equador

A disputa pela quarta colocação do Campeonato Equatoriano segue aberta. A três rodadas para o encerramento do returno, três clubes estão empatados na pontuação acumulada: Universidad Católica, Delfín e Independiente del Valle (todos somam 62). Quem levar a melhor jogará a primeira fase da Libertadores 2019.

Duas vagas da Bolívia

San José, Bolívar e Royal Pari FC são os três primeiros colocados no Torneio Clausura da Bolívia. O campeão entrará na fase de grupos da Libertadores 2019, enquanto o vice jogará a partir da primeira fase. Vale ressaltar que The Strongest e Jorge Wilstermann, ambos classificados ao certame continental, também têm chances de título no “returno”.

 

 

 

Fonte: Super Esportes MG/Fazendo Número||

print

Comentários