A região Centro-Oeste segue com três casos confirmados de coronavírus, conforme o Boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).

Conforme informações do portal G1, a divulgação não apresenta casos suspeitos em investigação, nem os descartados. Segundo o Estado, desde segunda-feira (23), o Informativo Diário Covid-19 publica o detalhamento apenas dos casos confirmados, já que o Ministério da Saúde classificou todo o país como transmissão comunitária.
No informe de segunda, Bom Despacho e Lagoa da Prata tiveram o primeiro caso confirmado cada. Divinópolis foi a primeira cidade da região a registrar um caso da doença, no dia 8 de março.
Mortes suspeitas
Nessa terça, o Complexo de Saúde São João de Deus, em Divinópolis, informou que a morte de uma mulher de 31 anos será investigada após suspeita do novo coronavírus. De acordo com a assessoria de comunicação da unidade, que a paciente deu entrada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) no domingo (22). Ela era diabética e apresentava insuficiência respiratória. A mulher morreu na segunda-feira (23) de parada cardíaca.

Apesar de a vítima não ter realizado viagens recentes ao exterior e não ter tido contato com as pessoas com coronavírus, o sangue dela foi colhido e enviado para análise na Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte. O resultado será divulgado em oito dias.

Também nesta terça, a Prefeitura de Bom Despacho informou que a morte de um home de 54 anos será investigada por suspeita da doença. Segundo o Executivo, ele estava internado na Santa Casa de Bom Despacho. O paciente era cadeirante, tinha HIV positivo há 14 anos e era obeso, segundo a Prefeitura. A morte foi nesta terça-feira.

O homem esteve recentemente em Goiânia e apresentava suspeita de coronavírus. Para fins de controle epidemiológico, foi coletado material para exame. O resultado deverá sair em cerca de 10 dias.

Fonte: G1

Imprimir
Comentários