Nesta segunda-feira (6), o Corpo de Bombeiros e Marinha do Brasil retomaram as buscas pelo Carmelitano Felipe Tadeu, de 30 anos. O desaparecimento do rapaz completa hoje dez dias.

Com o aumento do período de desaparecimento os militares mudaram as estratégias na sexta-feira (3) para atingir o objetivo, que é o encontro da vítima e o término de espera da família.

A equipe foi reforçada e agora conta com cinco militares do Corpo de Bombeiros, sendo 3 de Piumhi e 2 de Passos, que estão revezando entre os mergulhos e as buscas superficiais, juntamente com oito militares da Marinha do Brasil em duas embarcações, sendo 6 militares no bote e 2 na motoaquática.

Nesse domingo (5) o helicóptero do Batalhão de Operações Aéreas (BOAS) de Varginha e o helicóptero “Arcanjo” deram apoio as buscas, realizando sobrevoo de mais de duas horas pela área.

De acordo com informações, vários fatores influenciaram o não êxito em encontrar o jovem, sendo profundidade, temperatura, ponto de referência, características físicas da vítima, correnteza do fundo da represa entre outros.

Fonte: 104 FM

print
Comentários