Um corpo decapitado, que pode ser o de um menor de 13 anos desaparecido há dias, foi encontrado em um apartamento em Tarascon (sudeste da França) na noite de domingo (18), com marcas que podem indicar atos de canibalismo.

O suspeito deste caso de homicídio foi mortopela polícia, quando tentava fugir.

O corpo decapitado e a cabeça da vítima foram descobertospor volta das 21h30 GMT de domingo (18h30 no horário de Brasília), em um apartamentoem Tarascon, disse à AFP o promotor desta cidade de 15 mil habitantes, ao norte de Marselha.

“Os investigadores relacionaram este caso ao desaparecimentode um menor de sua casa em Marselha, há alguns dias”, afirmou o promotor Laurent Gumbau.

O corpo tinha pedaços de pele das costas arrancados, mas é “impossível confirmar a hipótese de antropofagia no estado atual da investigação”, acrescentou Gumbau.

O inquilino do imóvel, um homem de 32 anos “conhecido por seus problemas psiquiátricos” e já condenado por atos violentos, fugiu pelo telhado do prédio, segundo relatos de vizinhos. Foi baleado e morto por um policial três horas depois.

Enquanto se espera o resultado da necropsiade ambos os corpos, ainda não é possível estabelecer qualquer nexo de afinidade entre a vítima encontrada no apartamento de Tarascon e o inquilino, insistiu o promotor Gumbau.

Fonte: Estado de Minas

print
Comentários