Córrego Fundo conta com 80 casos suspeitos de dengue

A Secretaria de Saúde está promovendo mais um alerta à população para que tome as medidas preventivas.

A Secretaria de Saúde está promovendo mais um alerta à população para que tome as medidas preventivas.

Até este mês, em Córrego Fundo, foram estimados 80 casos de suspeita de dengue. A partir deste dado, a Secretaria de Saúde está promovendo mais um alerta à população para que tome as medidas preventivas a fim de evitar a reprodução do mosquito transmissor.

De acordo com a coordenadora de Atenção Primária em Saúde, Aline Miranda, a população é também grande responsável no combate ao Aedes aegypti. ?No nosso município, ainda há muitas pessoas que acreditam que a responsabilidade da limpeza dos lotes é dos agentes de endemias, quando, na verdade, eles têm a função de orientar e acompanhar o trabalho de limpeza que deve ser feito pelos proprietários?, disse.

Dentre as atribuições dos agentes municipais de endemias estão: atuar nos domicílios informando a população sobre os riscos da doença e sobre as formas de prevenção; vistoriar imóveis para identificar locais e objetos que possam se transformar em criadouros do mosquito; orientar e acompanhar o proprietário da residência ou lote na remoção ou vedação dos objetos que possam ser criadouros do mosquito; aplicar larvicidas em locais como medida de prevenção ou combate; orientar sobre a forma de evitar e eliminar locais que possam oferecer risco quanto à formação de criadouros.

Aline destacou que o município tem responsabilidades, assim como os cidadãos. ?Juntos, podemos evitar que os índices da doença aumentem em Córrego Fundo, e o combate passa a ser uma conquista de toda a cidade, com benefícios para todos?, comentou.

Os proprietários de lotes ou residências que tiverem dúvidas ou necessitarem do apoio da Secretaria de Saúde podem entrar em contato com a unidade pelo telefone (37) 3322-9254, ou na sede da Secretaria à rua Joaquim Gonçalves da Fonseca, 493 (na sede da Prefeitura), e solicitar a visita de um agente de endemias.

Imprimir

Sobre o Autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Córrego Fundo conta com 80 casos suspeitos de dengue

A Secretaria de Saúde está promovendo mais um alerta à população para que tome as medidas preventivas.

A Secretaria de Saúde está promovendo mais um alerta à população para que tome as medidas preventivas.

Até este mês, em Córrego Fundo, foram estimados 80 casos de suspeita de dengue. A partir deste dado, a Secretaria de Saúde está promovendo mais um alerta à população para que tome as medidas preventivas a fim de evitar a reprodução do mosquito transmissor.

De acordo com a coordenadora de Atenção Primária em Saúde, Aline Miranda, a população é também grande responsável no combate ao Aedes aegypti. “No nosso município, ainda há muitas pessoas que acreditam que a responsabilidade da limpeza dos lotes é dos agentes de endemias, quando, na verdade, eles têm a função de orientar e acompanhar o trabalho de limpeza que deve ser feito pelos proprietários”, disse.

Dentre as atribuições dos agentes municipais de endemias estão: atuar nos domicílios informando a população sobre os riscos da doença e sobre as formas de prevenção; vistoriar imóveis para identificar locais e objetos que possam se transformar em criadouros do mosquito; orientar e acompanhar o proprietário da residência ou lote na remoção ou vedação dos objetos que possam ser criadouros do mosquito; aplicar larvicidas em locais como medida de prevenção ou combate; orientar sobre a forma de evitar e eliminar locais que possam oferecer risco quanto à formação de criadouros.

Aline destacou que o município tem responsabilidades, assim como os cidadãos. “Juntos, podemos evitar que os índices da doença aumentem em Córrego Fundo, e o combate passa a ser uma conquista de toda a cidade, com benefícios para todos”, comentou.

Os proprietários de lotes ou residências que tiverem dúvidas ou necessitarem do apoio da Secretaria de Saúde podem entrar em contato com a unidade pelo telefone (37) 3322-9254, ou na sede da Secretaria à rua Joaquim Gonçalves da Fonseca, 493 (na sede da Prefeitura), e solicitar a visita de um agente de endemias.

Redação do Jornal Nova Imprensa Prefeitura de Córrego Fundo

Sobre o Autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Deixe um comentário!

Atenção! Os comentários do portal Últimas Notícias são via Facebook, se deseja comentar esteja logado. Lembre-se que os comentários são de inteira responsabilidade dos autores e não representam a nossa opinião.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!