Pessoas que tiveram o coronavírus podem sofrer danos cognitivos duradouros. Um novo estudo indicou que, nos piores casos, a infecção pode causar um declínio mental equivalente a uma queda de 8,5 pontos no QI ou envelhecimento do cérebro de dez anos. As informações são do The Times.

A pesquisa envolveu 84.285 pessoas que se recuperaram de Covid-19 e observou danos ao cérebro em graus variados, dependendo da gravidade da doença. “Pessoas que foram hospitalizadas apresentaram déficits de desempenho global em escala grande a médio”, informou o estudo.

As vítimas do coronavírus pontuaram mal em testes de lógica e significado das palavras, orientação espacial, manutenção da atenção e processamento de suas emoções, por exemplo. 

A pesquisa foi liderada pelo médico Adam Hampshire do Imperial College London, no Reino Unido, e publicada no site MedRxiv. As descobertas ainda não foram revisadas por outros médicos.

Fonte: O Tempo Online

Imprimir
Comentários