A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) iniciou nesta sexta-feira (11), a distribuição do 23º e 24º lote com 600.260 doses de vacinas contra a COVID-19 para as cidades de Minas Gerais. 

A nova remessa saiu da Rede de Frio da Saúde estadual, no Bairro Gameleira, Região Oeste. De lá, a partir das 7h30, as doses começaram a ser enviadas para as 28 Unidades Regionais de Saúde (URSs), que encaminham as injeções aos municípios. 

De acordo com o governo de Minas, foram encaminhadas 237.510 doses de imunizantes da Pfizer e 362.750 da AstraZeneca, que chegaram ao estado na terça (8) e quarta-feira (9), respectivamente. A nova remessa eleva para mais de 11 milhões o total de vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde.

 O novo carregamento dará continuidade ao esquema vacinal dos grupos prioritários. O secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, disse que espera que “boa parte” dos mineiros esteja vacinada até o final do ano.
“A expectativa é a de encerrar 2021 com todos mineiros maiores de 18 anos imunizados com pelo menos a primeira dose”, afirmou o médico.

De acordo com o vacinômetro da SES, de janeiro até agora, o estado de Minas teve um total de 5.311.217 de aplicações de primeira dose e 2.510.463 aplicações de segunda dose dos imunizantes. 

Reforço da Janssen chega na próxima semana

Segundo o Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), um lote com 3 milhões de doses da vacina belga Janssen está previsto para ser entregue ao Ministério da Saúde na próxima terça-feira (15). Minas está entre os estados que terão à disposição um número de imunizantes.

Apesar do curto prazo de validade da vacina, encerrado em 27 de junho, o estado vai enviar doses a todos os municípios. 

A orientação do Ministério da Saúde é para que as vacinas sejam encaminhadas apenas às capitais, evitando que ela possa se perder. As cidades deverão assim, no entanto, um termo de responsabilidade para garantir a aplicação das doses em tempo rápido.

 Fonte: Estado de Minas

Imprimir
Comentários