Uma Comissão Especial de Inquérito (CPI) foi criada pela Câmara de Arcos vai investigar suspeita de irregularidades em programas sociais, doação de materiais de construção e ainda o uso do carro oficial da Prefeitura.

Conforme divulgou nessa quarta-feira (9) a assessoria de comunicação da Câmara, os membros da comissão ainda serão nomeados, mas a data não foi informada.

A CPI foi instaurada durante a sessão ordinária de segunda-feira (7).

Conforme a Câmara, o prazo para a conclusão dos trabalhos da CPI é de 120 dias, podendo ser prorrogado por igual período. Ainda segundo o Legislativo, as supostas irregularidades chegaram até a Câmara por meio de denúncias.

O pedido de abertura da CPI foi apresentando pelos vereadores Luiz Henrique Sabino Messias (PSB), João Paulo Teixeira Cunha (PSD), Hugo Romano Teixeira do Vale (PSDC), João Carlos de Oliveira (PTC) e Donizetti Bernardes da Silva (PTB).

 

Fonte: G1||

Imprimir

Comentários