Uma criança de apenas dois anos ficou gravemente ferida após tentar separar a briga entre um cachorro da raça rottweiler e um pit-bull em Pará de Minas. A menina estava no quintal de casa quando os cães, que são da família, começaram a brigar na manhã desta terça-feira (10).

De acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da cidade, a mãe contou que tentou evitar que a criança chegasse até os cães, mas ela não conseguiu conter a filha.

O pit-bull agarrou a menina pelo pescoço e deu várias mordidas na criança, a jogou contra a parede e houve dificuldade em resgatar a criança.

Segundo o Samu, a menina perfurou duas artérias do pescoço e levou várias mordidas no rosto. O caso dela é considerado grave. Familiares levaram a criança primeiro a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de lá ela foi transferida para um hospital, mas devido a gravidade, foi transferida de helicóptero do Corpo de Bombeiros, por meio do Arcanjo, para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII em Belo Horizonte.

A unidade de saúde não divulga informações dos pacientes.

Imprimir

Fonte:

O Tempo