No jogo que era considerado pelos jogadores como grande teste do ano, o Cruzeiro deu vexame tanto pela postura medrosa como pelo placar. A goleada por 4 a 0 para o Estudiantes nesta quarta-feira, em La Plata, pela quinta rodada do Grupo 5 da Libertadores, foi incontestável e pôs fim a uma invencibilidade de 19 jogos no ano.
Verón comandou o Estudiantes diante de um Cruzeiro apático, sem vibração e com um esquema que definitivamente não funcionou. O time marcou de longe, não criou e incomodou pouco na frente. No primeiro tempo, só os argentinos jogaram e venceram por 2 a 0, com gols de Verón e Fernández. No segundo, o time mineiro chegou a reagir, mas foi castigado por mais dois erros de sua defesa. Prette, com dois gols, fechou a goleada na Argentina.
O craque Verón participou dos quatro gols. Além de fazer o primeiro, ele roubou a bola no segundo e deu assistências para os dois últimos. Ele saiu de campo ovacionado no segundo tempo.
Com a primeira derrota no ano e na Libertadores, o Cruzeiro segue como líder do Grupo 5, com dez pontos, agora seguido pelo Estudiantes, com nove. Deportivo Quito, com cinco, e Universitário, com um, têm uma partida a menos.

Imprimir
Comentários