Quando a bola rola de manhã no Mineirão, Willian costuma se dar bem. Na estreia de Mano Menezes no Cruzeiro, ele marcou quatro gols contra o Figueirense. Já neste domingo, o camisa 25 conduziu o time celeste à vitória sobre o Fluminense, por 2 a 0, no Mineirão.

Os dois gols de Willian levaram o Cruzeiro ao triunfo e também a subir na tabela do Campeonato Brasileiro. A equipe comandada por Mano Menezes ultrapassou o Tricolor Carioca e atingiu sua melhor colocação no returno. Com 41 pontos, a Raposa chegou ao 11º lugar, mas aguarda partida entre Atlético-PR e Coritnhians, às 16h, para saber qual será seu posicionamento ao fim da 30ª rodada.

Sem perder há sete partidas, a equipe celeste defenderá sua invencibilidade no próximo domingo, às 18h, contra o Goiás, no Serra Dourada. Já o Fluminense buscará se reabilitar no sábado, quando receberá o Atlético-PR no Maracanã.

Em sua terceira apresentação pela manhã no Mineirão, o Cruzeiro deu poucas brechas para o Fluminense. Logo aos 4 minutos, Allano teve boa chance para abrir o placar, mas parou em Diego Cavalieri. O goleiro do Tricolor também evitou que Willian marcasse em chute da entrada da área.

Cavalieri, entretanto, pouco pôde fazer aos 27 minutos do primeiro tempo. Depois de avanço do zagueiro Manoel pela direita, Willian recebeu o cruzamento, girou e bateu no canto direito: 1 a 0.

O camisa 25 da Raposa voltou a superar o goleiro tricolor aos 2 minutos da etapa final. Na entrada da área, Willian demonstrou tranquilidade e categoria, escolheu o canto e marcou mais uma vez: 2 a 0.

Com o jogo sob controle, o Cruzeiro trocou passes e manteve a posse de bola durante a maior parte do segundo tempo. Willian teve boa oportunidade para chegar ao hat-trick, mas a finalização ficou na rede pelo lado de fora. Marcos Vinícius, que substituiu Allano, também esteve perto de marcar, obrigando a uma intervenção de Diego Cavalieri.

A vitória foi embalada pelos gritos de “olé” da torcida celeste. O placar ainda poderia ter aumentado nos acréscimos, mas Leandro Damião perdeu chance incrível depois de driblar Diego Cavalieri, ajeitar o corpo e chutar para fora.

Gustavo Andrade /Superesportes

Imprimir
Comentários