O Sada Vôlei levará mesmo o nome do Cruzeiro na disputa da Superliga Masculina. O acordo foi confirmado na tarde desta quinta-feira. O protocolo de intenções será assinado nesta sexta, às 10h, na Toca da Raposa II, pelo presidente cruzeirense Zezé Perrella e diretores do grupo Sada. Atletas e comissão técnica do time vão comperecer no encontro.
O grupo Sada, do segmento de transportes, desfez a parceria com a prefeitura de Betim por problemas políticos a partir de 1º janeiro, quando a prefeita Maria do Carmo (PT) foi empossada.
Diante disso, o Sada Vôlei, clube mantido pela empresa, precisava de um novo parceiro. A partir do acordo firmado com o Cruzeiro, o elenco passará a treinar no ginásio do Barro Preto, na capital, que passará por uma reforma.
Os jogos do Sada Vôlei Cruzeiro serão realizados em cidades do interior. A intenção da diretoria cruzeirense é aproveitar a grande torcida do clube em outras regiões de Minas para lotar os ginásios.
Segundo o diretor de marketing do Cruzeiro, Antônio Claret Nametala, o clube não colocará nenhum centavo no time de vôlei. O grupo Sada continuará arcando com todas as despesas.
A princípio, o uniforme do Sada será mantido nas cores verde, azul e branco. O escudo do Cruzeiro será acrescentado à camisa.
No especializado, o Cruzeiro também tem equipes de atletismo e de bocha. O futebol sempre foi o carro-chefe do clube fundado pela colônia italiana de Belo Horizonte em 2 de janeiro de 1921.

Imprimir
Comentários