Depois de vencer o Santos por 1 a 0 no Pacaembu e se reabilitar no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro terá nesta quarta-feira (30), às 21h45, no Mineirão, a oportunidade de confirmar a ascensão no torneio nacional. Contudo, o desafio não será dos mais fáceis.

O time de Mano Menezes tem pela frente o Palmeiras, que, ao lado da própria Raposa, realizou os investimentos mais vultosos do início de temporada. O duelo de mineiros e paulistas valerá pela 8ª rodada da Série A.

Liderado pelo ex-cruzeirense Alexandre Mattos, o departamento de futebol do Palmeiras já contratou este ano o goleiro Weverton, os laterais Marcos Rocha e Diogo Barbosa, o zagueiro Emerson Santos, além dos badalados meias Gustavo Scarpa e Lucas Lima. Todos os seis reforços eram titulares de seus clubes no Brasileiro de 2017. O Cruzeiro, por sua vez, manteve as principais peças do time campeão da Copa do Brasil e ainda municiou Mano Menezes com os laterais Egídio, Edilson e Marcelo Hermes, os meio-campistas Bruno Silva e Mancuello, além dos atacantes David e Fred.

Para o jogo desta quarta-feira, Mano Menezes tem quase todo o grupo à disposição. As exceções são o meia-atacante Rafinha e os atacantes Fred e David. Todos eles estão entregues ao departamento médico. Na última atividade antes do jogo contra o Palmeiras, o treinador fez mistério e não confirmou a equipe. Dedé e Henrique fizeram um trabalho interno, mas não deverão ser problema. Caso não reúnam condições de atuar, Murilo e Lucas Romero são os substitutos mais prováveis.

De volta ao time titular na vitória sobre o Santos, o lateral-direito Edilson comentou a dificuldade do compromisso contra o Palmeiras. Na avaliação dele, o Alviverde tem um dos melhores elencos do país. “Eles têm um time muito forte. É uma das melhores equipes do Brasil, mas nós também. Nossa equipe é muito forte, ainda mais dentro de casa”, disse. Ele também comentou sobre o investimento dos adversários desta quarta. “Pelo menos no Cruzeiro (o investimento) vem dando certo (risos). Todo time quando contrata acha que o investimento vai dar certo, mas nem sempre é assim. As peças não se encaixam”, analisou.

Na décima colocação do Brasileirão com 10 pontos, o Cruzeiro ainda luta para se aproximar dos líderes da competição. O São Paulo, último time do G4, tem 13 pontos somados. Para alcançar a meta de terminar o período pré-Copa em primeiro ou segundo lugar na competição nacional, a Raposa precisará dobrar sua pontuação, começando com a vitória diante do Palmeiras.

Palmeiras

Na sétima colocação da Série A, com 11 pontos, o Palmeiras buscará a reabilitação contra o Cruzeiro. O Alviverde foi surpreendido e derrotado pelo Sport no último sábado, por 3 a 2, em pleno Allianz Parque. Para o jogo em Belo Horizonte, Roger Machado não terá o volante Felipe Melo. Ele sentiu dores no joelho e nem embarcou para a capital mineira. Thiago Santos deverá ser o substituto. Diogo Barbosa (suspenso), Borja (na Seleção Colombiana) e Guerra (contundido) são os outros três desfalques da equipe paulista, que ainda poderá ter Moisés como grande surpresa no Gigante da Pampulha.

 

Fonte: Super Esportes||

Imprimir

Comentários