O Cruzeiro convive agora com o momento de maior pressão desde o retorno de Vanderlei Luxemburgo. Diante do líder do Brasileirão, o time celeste viu as falhas defensivas lhe custarem uma goleada. Superada pelo Corinthians por 3 a 0 em Itaquera, a Raposa terminará a 20ª rodada a um ponto da zona de rebaixamento. Substituto do lesionado Luciano, Vagner Love marcou dois gols. Jadson também deixou sua marca.

Sem vencer há quatro partidas, sendo uma delas pela Copa do Brasil, o Cruzeiro viu os últimos colocados do Brasileirão se aproximarem. Com 22 pontos, a equipe celeste tem apenas um ponto a mais que o Coritiba, primeiro integrante da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o time comandado por Luxemburgo tentará reagir no Mineirão, diante do Santos, que está invicto há seis jogos no Brasileirão. Porém, já nesta quarta-feira, o Cruzeiro receberá o Palmeiras pela Copa do Brasil. A Raposa é obrigada a vencer para chegar às quartas de final.

Em Itaquera, o Cruzeiro entrou em campo pressionado pelos resultados positivos das equipes que figuram na zona de rebaixamento. Vanderlei Luxemburgo apostou na mesma formação que havia sido derrotada pelo Palmeiras, em jogo na Copa do Brasil. Foi a primeira vez que o treinador repetiu a escalação desde o retorno à Toca da Raposa, em junho.

Nos primeiros minutos, o Cruzeiro até dominou a posse de bola, mas foi o Corinthians quem criou a primeira chance. Numa sequência de cabeceios, depois de Fábio espalmar, Charles e Paulo André salvaram dentro da área.

A grande chance do time celeste na etapa inicial aconteceu aos 11 minutos. Leandro Damião tabelou com Marquinhos, recebeu na entrada da área e bateu firme, mas Cássio faz grande defesa.

Se Cássio salvou os donos da casa, Fábio não foi feliz no primeiro gol da partida. Em jogada construída pela ponta direita, Malcom passou por Manoel e a bola sobrou para Elias, que chutou com força. O goleiro cruzeirense rebateu a finalização nos pés de Vagner Love, que completou para as redes: 1 a 0.

Dois minutos após a equipe paulista abrir o placar, o Cruzeiro teve um gol anulado. Em falta cobrada para a área, Paulo André desviou para o gol, mas o árbitro assinalou impedimento do zagueiro.

Outra chance cruzeirense veio com bicicleta de Leandro Damião, que saiu à direita de Cássio. Já o Corinthians chegou ao segundo gol com erro de Mayke. O lateral-direito tentou evitar a saída da bola pela linha lateral e acabou armando o ataque corintiano. Renato Augusto carregou pela ponta esquerda e cruzou rasteiro. Vagner Love furou, mas Jadson não desperdiçou a oportunidade: 2 a 0.

Para a etapa final, Vanderlei Luxemburgo fez duas alterações. Mayke e Marquinhos foram substituídos por Fabiano e De Arrascaeta. Porém, mal deu tempo para as mudanças surtirem efeito. 

Aos 2 minutos do segundo tempo, Malcom cruzou da ponta esquerda, a bola passou à frente de Fábio e Vagner Love marcou mais um: 3 a 0.

Com o placar apontando uma goleada corintiana, Luxemburgo tentou adotar postura mais ofensiva. O volante Charles deu lugar ao atacante Willian. A equipe chegou a ter chance com Leandro Damião, mas Cássio conseguiu a defesa.

O Cruzeiro ainda reclamou de um pênalti não marcado. No lance com Fabiano, a bola bateu na mão de Uendel dentro da área, mas o árbitro Péricles Bassols Cortez mandou seguir.

Fonte: Superesportes

Imprimir