Em uma apresentação praticamente perfeita, o Atlético goleou o Fortaleza por 4 a 0, no Mineirão, e praticamente encaminhou a classificação à final da Copa do Brasil. Após a partida, o técnico Cuca comemorou o placar dilatado, o maior na história no duelo de ida das semifinais do torneio.

“Foi um grande resultado, mas atípico para uma semifinal. São dois times parelhos que vêm fazendo uma grande campanha, o Fortaleza é o terceiro colocado (no Campeonato Brasileiro) e está entre os quatro melhores em uma competição que começa com 92 clubes”, disse.

“Foi um jogo de muita qualidade técnica, um jogo difícil. O próprio placar não diz o que foi a partida porque o adversário é muito qualificado e nós estivemos em uma noite muito inspirada”, completou.

Com a vitória elástica no Mineirão, o Atlético poderá perder por até três gols de diferença no confronto de volta, na próxima quarta-feira (27), às 21h30, no Castelão, para chegar à final. Já o Fortaleza, para se classificar, terá que golear por cinco de vantagem. Triunfo dos cearenses por quatro de diferença (4 a 0, 5 a 1, 6 a 2 e assim por diante) leva a decisão para os pênaltis.

Cuca destacou a vitória pela grande diferença de gols, mas manteve a cautela para o jogo de volta. “Abrimos uma vantagem muito boa, mas a gente tem que tomar cuidado com o futebol e ficar atento”, frisou.

O vencedor do duelo entre Atlético e Fortaleza enfrentará o ganhador do confronto entre Flamengo e Athletico-PR na decisão da Copa do Brasil. No primeiro jogo, em Curitiba, as equipes empataram por 2 a 2. Na partida de volta, quarta-feira que vem, no Maracanã, quem vencer se classifica. Novo empate leva a decisão para os pênaltis.

Fonte: Itatiaia

print
Comentários