A Secretaria de Gestão Ambiental, juntamente com o Ministério Público, promoveu nesta segunda e terça-feira (4 e 5) um curso de legislação ambiental no qual foi abordado sobre a poluição sonora, o manuseio e utilização do decibelímetro (equipamento utilizado para realizar medição de níveis de ruído).
O evento teve início na tarde de segunda, com a abertura feita pela promotora da Curadoria de Meio Ambiente da Comarca de Formiga, Luciana Imaculada de Paula. Estiveram presentes para ministrar o curso três engenheiros ambientais do Centro Operacional do Ministério Público: Marco Antônio das Graças Antunes, Nadson Souza Carvalho e Fernando Augusto Eto Lopes.
Segundo Marco Antônio, foram apresentadas técnicas de levantamento de ruído ambiental, bem como as formas de medição e avaliação do ruído, com exemplos em sala de aula e, na tarde desta terça-feira, foi feito um trabalho de campo. Durante o curso, foi abordado como se deve trabalhar a Norma Brasileira Regulamentar (NBR) 10.151 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e referendada a Resolução 01/90 do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama).
O curso foi realizado nas dependências da Universidade Aberta do Brasil (UAB ? Formiga) e teve participantes de várias cidades de Minas: Formiga, Bom Despacho, Patos de Minas, Itapecerica, Presidente Olegário, Arcos, Lagoa da Prata, Lavras e Buritis.

Imprimir
Comentários