Crianças com até 5 anos têm até o próximo dia 24 para atualizar o cartão de vacina e colocar a imunização em dia. A campanha deste ano começou ontem com festa, guloseimas e muitas brincadeiras para a garotada. E foi aprovada. A gotinha não dói, disse Lucas Henrique Dias, 4.
Segundo a coordenadora de imunização da Secretaria de Estado de Saúde, Tânia Brant, o governo federal repassou R$ 18,6 milhões aos Estados e prefeituras. Não existe uma estatística de quantas vacinas serão tomadas, já que algumas crianças estarão com o cartão em dia enquanto outras tomarão uma ou outra vacina. Mas temos 1,2 milhão de crianças com essa idade (até 5 anos) em Minas e esperamos que todos os pais tragam seus filhos, explicou Tânia.
Mudança. Neste ano, a campanha traz duas novidades. Foi implantada a Vacina Inativada contra Poliomielite, que complementará com injeções o combate à doença que já era feito com as gotinhas. O secretário municipal de saúde, Marcelo Teixeira, explicou como funcionará daqui para frente. A primeira dose da injeção deve ser dada em crianças de 2 meses, e a segunda aos 4 meses. Depois disso, aos 6 e 15 meses as crianças receberão a gotinha como dose de reforço, e daí para frente a vacina oral deverá ser tomada em junho, até que se complete 5 anos,detalhou.
A outra mudança foi na vacina tetravalente, que agora passa a ser pentavalente, combatendo, além de coqueluche, difteria, influenza B e tétano, também o vírus da hepatite B.
Para a mãe de Lucas, Lorraine Dias, 23, o importante é proteger os filhos. Estou grávida da minha primeira menina e ela já vai receber a injeção. Vai sofrer um pouquinho só mais do que o Lucas, brincou.

print
Comentários