Com o mês de outubro, começam a chegar as correspondências de cobrança via Correios. Mensalidades de escolas, planos de saúde, condomínios, prestações, financiamentos de casas e veículos. Com a grande quantidade de contas a pagar, os boletos acabam se acumulando.
Buscando economia, praticidade e conveniência dos consumidores, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) desenvolveu o Débito Direto Autorizado (DDA), sistema o qual permitirá que todos os compromissos de pagamentos sejam recebidos eletronicamente, por meio dos bancos que atendem pessoas físicas e jurídicas.
Segundo a Febraban, as cobranças geram em torno de dois bilhões de boletos de papel por ano. Com o novo mecanismo, essa montanha de papéis pode ser reduzida em até 40%, tirando de circulação em torno de 520 milhões de boletos físicos.
Para receber os boletos eletronicamente, o usuário deverá se cadastrar no banco em que for correntista. A partir do momento em que se cadastrar no DDA, o cliente passará a ser tratado como ?Sacado Eletrônico?. Por meio do DDA o banco disponibilizará todos os títulos de cobrança registrada relacionados ao CPF ou CNPJ.
O serviço estará disponível a partir do dia 19 de outubro. Alguns bancos já fazem o pré-cadastro do serviço.

print
Comentários