Redação Últimas Notícias 

A coordenadora da Defesa Civil, Vera Moreira realizou nesta sexta-feira (11) uma avaliação na cratera localizada no prolongamento da rua Euclides da Cunha, no bairro Água Vermelha.

O local, localizado em área de preservação ambiental, é utilizado para descarte de lixo. Há cerca de 20 dias ocorreu um incêndio nos materiais descartados no local, e devido à situação da área, o Corpo de Bombeiros não conseguiu conter as chamas. “Jogar água do alto do morro não é suficiente para combater as chamas”, declarou o comandante do Cobom, 2º tenente Mateus Campos Cunha.

De acordo com a Prefeitura, a Defesa Civil esteve no local para conferir se a cratera oferece perigo às residências e aos moradores do local e divulgará em breve um relatório sobre o caso.

Na segunda-feira (7) o prefeito Eugênio Vilela se reuniu com moradores do bairro e com o comandante do Cobom, para discutir uma solução para o problema. De acordo com a Prefeitura, o local já foi cercado para segurança das pessoas que transitam próximas da área e foi instalada uma placa solicitando que nenhum material seja depositado no buraco, para não agravar ainda mais a situação.

Ainda de acordo com a Prefeitura, funcionários foram até a área para uma nova fiscalização e avaliação, na tentativa de encontrar a solução para o problema, mas “diante da dificuldade de acesso ao local, a Prefeitura ainda está estudando uma forma de resolver o problema. A cratera oferece perigo a qualquer pessoa que tente fazer alguma intervenção no local”, informou a administração.

A Prefeitura solicita a colaboração dos moradores para que denuncie o descarte irregular de lixo na área por meio da Secretaria de Gestão Ambiental, pelo 3329-1803.

 

Imprimir
Comentários