A Polícia Civil informou nesta sexta-feira (4), que instaurou inquérito para investigar o crime ocorrido em um supermercado de Formiga. O rapaz de 24 anos é suspeito de abusar de uma menina de 7 anos, na quarta-feira (2).

O indivíduo foi conduzido à delegacia na tarde dessa quinta-feira (3). Segundo a polícia, ele foi ouvido, confessou a prática do abuso sexual e outros elementos que indicam a prática do crime.

De acordo com o portal G1, o delegado Luís Paulo de Oliveira confirmou as informações repassadas pela Polícia Militar e disse que o supermercado informou que foi feita a rescisão do contrato com o funcionário.

“O autor trabalhava há 60 dias no supermercado, não tem antecedente e confirmou ter praticado o crime. Ele confessou que, há uma semana, cometeu um fato semelhante em outra criança de 10 anos. Ele foi preso em flagrante por estupro de vulnerável. As investigações seguem para identificação da outra possível vítima”, afirmou o delegado.

A Polícia Civil formalizou a prisão do rapaz que foi para a penitenciária regional. “Não houve a conjunção carnal, mas o estupro não se configura pela conjunção carnal, mas por ato libidinoso diverso”, concluiu o delegado.

Ainda de acordo com o portal G1, o supermercado informou que repudia qualquer tipo de agressão, física ou moral, que está prestando apoio à família da vítima.

Fonte: G1

Imprimir
Comentários