Minas Gerais confirma, em média, um novo caso de dengue a cada quatro minutos. É o que aponta balanço divulgado nesta segunda-feira (21) pela Secretaria de Estado de Saúde. O documento mostra ainda que dos 147.657 registros da doença desde janeiro, 43% se concentram em cinco municípios.

No topo do ranking de cidades com o maior número de casos de dengue, estão Betim, na região metropolitana, e Uberlândia, no Triângulo. Os dois municípios confirmaram mais episódios da doença que Belo Horizonte, mesmo tendo população bem inferior. Contagem, também na região metropolitana, e Lavras, no Sul, fecham a lista dos cinco locais mais preocupantes.  A cidade de Formiga aparece em 7º lugar.

Betim, com 412 mil habitantes, confirmou 21.445 casos. O número é 37% maior que o da capital, com 15.651 episódios e 2,49 milhões de pessoas.

 

Crítica

Líderes comunitários de Betim afirmam que a deficiência na limpeza urbana municipal é o motivo para o surto. O presidente da Associação do Bairro São João Batista, José Cruz, critica o excesso de entulho. “Agentes de saúde até passam nas casas, mas o problema é o lixo, principalmente nos loteamentos”, aponta.

A presidente da Associação dos Moradores do Bairro Cruzeiro do Sul, Alessandra Meireles, reclama da falta de limpeza em parques e do excesso de bota-foras irregulares. “Há locais há mais de ano sem limpar”.

A Prefeitura de Betim justificou o número em função da volta, após três anos, da circulação do tipo 1 do vírus. Além disso, informou que fez campanhas de conscientização entre março e junho, realiza visitas domiciliares diárias de agentes e iniciou em 12 de dezembro uma nova ação contra o mosquito.

 

Segundo

Uberlândia chegou a 16.572 casos – o município tem 654 mil moradores. A cidade é também a que mais registra mortes pela dengue: já são nove neste ano.

A Secretaria Municipal de Saúde não apontou o motivo do aumento, mas afirma ter readequado as estratégias de combate ao mosquito Aedes aegypti, que transmite ainda o zika vírus e a febre chikungunya. Cem novos agentes foram colocados em campo e uma campanha de mobilização foi iniciada.

 

Mortes

Em 2015, Minas Gerais registrou 67 mortes causadas pela dengue. A cidade campeã em número de óbitos pela doença no Estado foi Uberlândia, no Triângulo, com nove registros.

 

Fonte: O Tempo Online||http://www.otempo.com.br/cidades/um-novo-caso-a-cada-4-minutos-1.1198378

Imprimir

Comentários