O projeto que trata do novo Código Florestal brasileiro entra na reta final de discussões e contribuições antes de ser votado no Congresso e ir para apreciação da presidente da República, Dilma Rousseff (PT).

Nesse contexto, mais de 30 órgãos de governo e entidades de classe, autoridades e conhecedores do tema de vários segmentos como agropecuário, ambientalista e de ciência e tecnologia de Minas Gerais vão se reunir, em Belo Horizonte, nesta terça-feira (14). Essa será a última reunião de trabalho para sugerir alterações no texto do novo Código Florestal antes dele ser votado no Congresso e encaminhado à Presidência.

O relator do projeto, deputado federal Paulo Piau (PMDB), juntamente com o presidente da Comissão de Política Agropecuária e Agroindustrial da ALMG, deputado estadual Antônio Carlos Arantes (PSC), são os organizadores desse encontro que muitas contribuições vão trazer para o novo Código Florestal Brasileiro. Na ocasião, Piau vai acolher subsídios para que possam complementar o relatório final que será apresentado nos dias 6 e 7 de março na Câmara dos Deputados.

?O relatório vindo do Senado está muito bem feito, mas podemos melhorá-lo. Para tanto vamos ouvir os mais diversos setores envolvidos diretamente com o assunto para saber o que podemos acrescentar para deixá-los mais satisfeitos e dentro da lei?, defendeu Piau.

Imprimir
Comentários