Um incêndio criminoso na mata que circunda o Parque Municipal Chico Mendes (Parque do Jequitibá), no bairro Mangabeiras, provocado no final da tarde de quarta-feira (31), por pouco não atingiu o símbolo do parque, a árvore centenária de Jequitibá que dá nome ao local.

Em pouco tempo as labaredas consumiram uma boa parte da área do parque e chegou a poucos metros da árvore.  A equipe de combate a incêndio do Corpo de Bombeiros foi acionada, mas estava atendendo outra ocorrência de incêndio no mesmo horário. Para evitar que as chamas consumissem uma área ainda maior, os homens do Cobom fizeram uso de abafadores manuais e conseguiram conter as chamas na área próxima ao Jequitibá enquanto aguardavam um caminhão pipa do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae).

Segundo moradores do bairro foi a segunda vez, em menos de 15 dias, que um incêndio foi provocado na área. “Há cerca de duas semanas atearam fogo no mesmo lugar, mas por sorte não se alastrou. Dessa vez o fogo se alastrou tão rápido que ninguém viu quem provocou o incêndio”, disse uma senhora que reside nas proximidades do parque.

Inaugurado em 2013, o Parque Municipal Chico Mendes que ocupa uma área de aproximadamente 14 mil m², foi estruturado com recursos oriundos da Associação Regional de Proteção Ambiental (ARPA-II), por meio do Ministério Público da Comarca de Formiga em convênio celebrado com a Prefeitura.

O parque conta com sala verde, jardim suspenso, sala para administração, cozinha e banheiros, e foi criado para promover a educação ambiental e incentivar a preservação. A falta de recursos financeiro e humano, além da pouca preocupação política com o local é apontada como a principal causa da tragédia que quase ocorreu na quarta-feira.

Há notícias de que a falta de vigias no parque, nos finais de semana e feriados, propicia a ação de vândalos que invadem o local e depredam o espaço.

print

Comentários