A ?liberdade? e a volta para o mundo do crime de um dos detentos da cadeia Pública Juca Aníbal da cidade de Arcos não durou muito. O indivíduo, que é natural de Teófilo Otoni e residia em Bambuí, aproveitou o horário de visitas do sábado, 06, e saiu sem ser notado pelos agentes penitenciários, que executaram a contagem e recolhimento dos presos. A falta do detento, que está há cerca de dois meses em Arcos e foi preso pelo crime de latrocínio cometido em Bambuí, só foi sentida por volta das 17h05min. Além dos agentes, 5 PMs também estavam presentes na cadeia para oferecer suporte no momento da visita.
Mas a liberdade do fugitivo não durou muito. No domingo, 07, após roubar a carteira de uma senhora no Bairro Calcita e a PM ser acionada, o indivíduo foi preso e retornou para a cadeia.

print
Comentários